13 de janeiro de 2017

Sozo - Merlot 2009

Nome: Sozo Merlot
Safra: 2009
País: Brasil
Região: Campos de Cima da Serra - Monte Alegre dos Campos
Produtor: José Sozo Vinhos

Uvas/Corte: Merlot 100%
Teor alcoólico: 12%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: 4900/2769
Preço: Gentilmente presenteado ao Claudio pelo Cuco e pela Ju
Degustado em: 13 de janeiro de 2017
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Empanadas do Pablo
Com quem: Claudio e Rafaela

Impressões da Rafaela
Vinho bem saboroso, nos presenteado pelo Cuco, marido da amiga Juliana, minha colega do final do ensino fundamental. Quando eles vieram para o meu aniversário, além do belo presente que ganhei, trouxeram este vinho de Vacaria. Hoje o dia começou meio tenso, esperando a autorização da Unimed Rio para fazer um exame que estava precisando muito. Depois de muitas ligações e de passar quase meia hora ao telefone - com o detalhe de estarem faltando pouco mais de duas horas para o exame -, finalmente o procedimento foi liberado. Aproveitei que estava no Leblon e que Botafogo estava debaixo d'água (literalmente no caso da esquina aqui de casa) e fui almoçar no Nam Thai, tailandês de que gosto bastante. Na volta segui lendo meus romances água com açúcar, ideais para esvaziar a cabeça tão cheia de preocupações.

10 de janeiro de 2017

Albariño da Bouza: mesmo já com anos de vida, ainda um ótimo vinho

Nome: Bouza Albariño
Safra: 2013
País: Uruguai
Região: Montevidéu
Produtor: Vinícola Bouza

Uvas/Corte: Albariño 100%
Teor alcoólico: 13%
Rolha: Cortiça
Onde foi comprado: Mercadinho em Punta del Este
Quando foi comprado: Dezembro de 2015
Degustado em: 10 de janeiro de 2017
Onde Bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Massa caseira com sálvia e manteiga
Com quem: Claudio e Rafaela

Impressões da Rafaela
Este vinho mostrou o quanto o tempo pode mesmo transformar um vinho. Estamos acostumados a beber Albariños "recém-colhidos", do mesmo ano ou do máximo de dois anos atrás. Nesse caso, meio que esquecemos que tínhamos este 2013. Claudio achava que fosse um 2015 comprado na última viagem. Resolvemos então abri-lo para ver como estava. Perdeu aquele frescor característico e a que estamos acostumados, mas ao mesmo tempo se transformou em um vinho mais denso, mais encorpado. Ficou diferente, perdeu um pouco o brilho, mas ainda assim não fez feio. Ele acompanhou uma massa bem simples de fazer, com molho de sálvia e manteiga. Simples de fazer, mas especialmente saborosa.

7 de janeiro de 2017

Erasmo 2007

Nome: Erasmo
Safra: 2007
País: Chile
Região: Maule Valley
Produtor: Francesco Marone Cinzano, da italiana Col d'Orcia

Uvas/Corte: Cabernet sauvignon, merlot e cabernet franc
Teor alcoólico: 14,5%
Rolha: Cortiça
Comprado na: Wine.com
Degustado em: 7 de janeiro de 2017
Onde bebeu: Em casa, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Massa caseira com pesto trazido em viagem Oil&Vinegar
Com quem: Claudio e Rafaela

Impressões da Rafaela
De início não gostei muito deste vinho, mas com a comida foi ficando mais amigável. Hoje foi mais um dia de calorão no Rio de Janeiro, aproveitamos a piscina do prédio e começamos o planejamento para a viagem a Amsterdã. Claudio preparou a massa e resolvemos usar um vidrinho de pesto que tínhamos em casa. Parecia tão pequeno, mas acompanhou bem 200g de massa. Ficamos impressionados, especialmente com o cheiro de gás exalado do pesto aromatizado por trufas. 

6 de janeiro de 2017

Para espantar o calor, nada melhor do que champagne

Nome: Taittinger Brut
País: França
Região: Reims, Champagne
Produtor: Taittinger

Uvas/Corte: Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier
Teor alcoólico: 12%
Rolha: Cortiça
Onde foi comprado: Freeshop do Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris
Quando foi comprado: Maio de 2014
Preço: 32,30 euros
Degustado em: 6 de janeiro de 2017
Onde bebeu: Em casa, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Empanadas do Pablo
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
The brilliant body is golden yellow in colour. The bubbles are fine, while the foam is discreet yet lingering. The nose, very open and expressive, delivers aromas of fruit and brioche. It also gives off the fragrance of peach, white flowers (hawthorn, acacia) and vanilla pod. The entry onto the palate is lively, fresh and in total harmony. This is a delicate wine with flavours of fresh fruit and honey.Taittinger Brut Réserve, which acquires its maturity during three and four years ageing in the cellar, offers excellent aromatic potential.

Impressões da Rafaela
Comecei o dia com uma consulta na oftalmologista no Leblon e as pupilas dilatadas. Apesar de tantos anos usando óculos, não me lembro de ter passado tanto trabalho na volta para casa depois de uma consulta. Minha nossa! Que sofrimento andar em um dia claro sobre pedras portuguesas reluzentes. Com muito custo cheguei em casa, apenas para perceber que não havia levado minha chave e que o Claudio não estava em casa. Saímos juntos de manhã, ele fechou a porta e eu nem pensei em chave naquele momento. Depois de quase duas horas, ele veio da Barra para me entregar a chave dele. Nem tudo está perdido neste mundo. Para terminaro dia um pouco melhor, compramos empanadas do Pablo e abrimos um champagne para harmonizar. A vida ainda pode ser um pouco bela.