30 de setembro de 2016

Meia garrafa de um Saint-Émilion Grand Cru

Nome: Gravet-Rennaissance
Safra: 2010
País: França
Região: St. Emilion


Uvas/Corte: Merlot 65%, Cabernet Franc 35%
Teor alcoólico: 13,5%
Rolha: Cortiça

Onde foi comprado: Free shop do belo Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris
Degustado em: 12 de setembro de 2015
Onde Bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Ossobuco com arroz
Com quem: Claudio e Rafaela


Impressões da Rafaela
Neste dia eu estava com vontade de beber um espumante, mas Claudio me convenceu a escolher um tinto. No final nem foi tão ruim assim. Foi um vinho delicioso, bom do jeito que eu espero que um vinho seja. Gostei muito. Neste dia eu estava me preparando para as provas de minha segunda graduação, que seriam na semana seguinte. Beber este vinho me trouxe ótimas lembranças de St. Émilion. De sobremesa ainda teve um icewine trazido do Canadá pela mãe do Claudio no ano anterior.



Comentário do Claudio
Um típico vinho francês feito com um corte bem equilibrado de Merlot e Cabernet Franc que resultou em um vinho elegante, de boa acidez, estilo velho mundo, feito para acomapanhar comida. Agradável final com sabores concentrados na boca. Um vinho que dá prazer em beber. Pena que era apenas uma meia garrafa. Depois ainda provamos uma pequena garrafinha de um delicioso Icewine canadense. Dois vinhos em doses pequenas mas cheio de sabores, acompanharam bem o jantar.




5 de setembro de 2016

Vinhos portugueses no encontro mensal dos amigos da faculdade


Nome: Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo Reserva / Monte da Ravasqueira Vinha das Romãs
Safra: 2011 / 2012
País: Portugal
Região: Douro / Alentejo
Produtor: Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo / Monte da Ravasqueira

Uvas: Tinta Roriz, Tinta  Amarela, Tinto Cão, Touriga Nacional e vinha velha / Syrah e Touriga Franca
Teor alcoólico: 14,1% / 13%
Rolha: Cortiça
Onde foi comprado e bebido: Clube Paissandu, Rio de Janeiro
Quando foi comprado e degustado em: 1º de setembro de 2015
Com quem: Claudio, Miguel, Marcelo e Carlinhos

Comentário do Claudio
Sempre que o Marcelo vai para Portugal, ele volta com algumas garrafas de vinhos. Então em nosso encontro mensal dos colegas de faculdade, podemos provar vinhos diferentes. Nesta vez fomos até o Clube Paissandu e abrimos dois bons vinhos: um Alentejano, mais complexo e interessante, o preferido da noite; e um ótimo vinho do Douro. Perfeito para acompanhar o papo e a noite agradáveis.

4 de setembro de 2016

Vinho que não precisa ser provado: Joffré Malbec 2014

Nome: Joffré
Safra: 2014
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: RJ Viñedos

Uva: Malbec
Rolha: Cortiça
Onde foi comprado e bebido: Traga, em Botafogo, Rio de Janeiro
Quando foi comprado e degustado em: 11 de setembro de 2015
Harmonizado com: Empanadas, provolone e pães
Com quem: Claudio e Rafaela

Impressões da Rafaela
Claudio voltou de Florianópolis tarde da noite de sexta-feira. Eu havia planejado conhecer um lugar novo. Escolhi o Traga, restaurante italiano aqui em Botafogo. Apesar dele estar cansado, topou pedir um vinho. Acabamos escolhendo pelo preço este Joffré. Ah, se arrependimento matasse. Nossa que vinho sem graça. O jantar não foi totalmente perdido porque as comidinhas estavam gostosas.

Comentário do Claudio
Este malbec argentino é um vinho básico, de entrada da vinícola. Um vinho muito frutado, doce, em um estilo que não me agradou. Um vinho sem personalidade de um produtor que já tinha provado outros bons vinhos. Foi bastante decepcionante, mas ao menos as comidas estavam excelentes.

3 de setembro de 2016

Rio Gastronomia, feira que vale a pena conferir

Nome: Tabali Reserva
Safra: 2012
País: Chile
Região: Limarí Valley
Produtor: Tabali

Uvas/Corte: Syrah 100%
Rolha: Cortiça
Onde foi comprado e degustado: Rio Gastronomia, no Jockey Club do Brasil
Quando foi comprado e bebido: 27 de agosto de 2015
Harmonizado com: Comidinhas vendidas nos food trucks do evento
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do produtor
Deep red colour. In the palate is full bodied, with plums and black cherry flavours, elegant and well balanced . Very attractive wine that shows all the potential of Limarí valley in this variety with a good ageing potential. Great structure and remarkably long finish.

Impressões da Rafaela
Se tem algo que eu adoro é uma feira com diversas opções de comidinhas e bebidas gostosas. Mesmo antes da modinha dos food trucks, o jornal O Globo já organizava uma feira muito legal, a Rio Gastronomia. Em 2015, a feira ainda foi no Jockey. Neste ano será realizada no lugar preferido do momento, o Porto Maravilha. No ano passado compramos este vinho que harmonizou muito bem com o clima da noite friazinha e com as comidas gostosas que escolhemos. Foi ótimo. Neste ano já estamos planejando participar novamente. O Rio Gastronomia 2016 será de 4 a 13 de novembro.

Comentários do Claudio
O Rio Gastronomia é um evento bem bacana, ano passado ele aconteceu no Jockey Club. Sempre muito bem organizado e com um clima bem gostoso para você provar comidinhas e beber um vinho. Compramos uma garrafa de outro vinho que sempre mostra regularidade, o Tabali Syrah. Esta uva se deu muito bem na região de Limari e sempre que provamos este vinho ele se mostra bastante agradável, bem feito, uma ótima pedida por um custo bom. Fica a dica do vinho e do evento.

1 de setembro de 2016

Finca La Linda - Malbec 2013

Nome: Finca La Linda
Safra: 2013
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: Luigi Bosca

Uvas/Corte: Malbec 100%
Rolha: Cortiça
Onde foi comprado e bebido: Restaurante Galetos em São Paulo
Quando foi compra: 3 de setembro de 2015
Com quem: Claudio, Gilberto e Oswaldo

Comentários do Claudio
Finca La Linda é um clássico vinho de entrada da vinícola Luigi Bosca. Bebemos algumas safras deste vinho, mas há algum tempo não bebia. Sempre confiável e bem feito, é um vinho para beber sem compromisso, não terá erro. Assim foi com este malbec da safra 2013. Para acompanhar o nosso galeto resolvi escolher esta garrafa que cumpriu bem seu papel.