8 de abril de 2015

Jantar perfeito: Il Borgo del Conte harmonizado com Chianti

Nome: Chianti Colline Pisane Podere il Ceno
Safra: 2011
País: Itália
Região: Chianti Colline Pisane
Produtor: Sorelle Palazzi

Uvas/Corte: Sangiovese 85%, Malvasia Nera e Canaiolo 15%
Teor alcoólico: 13,5%
Rolha: Cortiça
Preço: -  

Onde foi comprado: Lavinia, Paris
Quando foi comprado: Maio de 2014
Degustado em:  14 de março de 2015
Onde Bebeu: Restaurante Il Borgo del Conte, em Botafogo, Rio de Janeiro, que cobrou R$ 35 de taxa de rolha
Harmonizado com: Camembert aquecido com figo e mel, tagliatele al ragú e gnochi al ragú
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Vendemmia: manuale , fine settembre; Vinificazione: tradizionale con rimontaggi giornalieri; Colore: rosso rubino intenso con leggeri riflessi violacei; Profumo: intenso di frutta rossa matura dove l’amarasca predomina su tutto; Sapore: morbido con buona intensità tannica.


Impressões da Rafaela
Escolhemos este sábado para um jantar especial no ótimo Il Borgo del Conte, restaurante italiano relativamente novo que fica em Botafogo, perto da Cobal. O restaurante é conduzido pelo dono, o simpático italiano Angelo, que recebe os clientes com um aperto de mão e que faz você se sentir como se estivesse sendo recebido na casa dele. E o mais importante: a comida é saborosa! Ao saber que a taxa de rolha custava R$ 35, pensamos em levar nosso próprio vinho. Eu havia comprado este vinho em uma viagem à França - sou daquelas que está numa ótima loja de franceses, mas não resiste a um Chianti. O vinho estava bom, mas tinha um amarguinho chato no final, sabor que desapareceu tão logo chegaram os pratos. Aí ficou redondinho, prova de que foi feito para acompanhar a comida. Eu fiquei muito satisfeita com tudo. Espero voltar em breve ao restaurante.

Comentário do Claudio
Um ótimo e típico jantar italiano no agradável restaurante Il Borgo del Conte em Botafogo. Resolvemos levar nossa garrafa de vinho e o escolhido foi este Chianti que a Rafaela tinha comprado na Europa. Uma coisa que eu gosto muito nos vinhos italianos é que muitos deles foram feitos para acompanhar a comida. Este Chianti é um típico exemplo disto. Antes de nossos pratos chegarem, se mostrou um vinho interessante, mas sem um brilho especial. Quando os pratos chegaram, o vinho mostrou a que veio. Uma perfeita harmonização, que valorizou tanto o prato quanto o vinho. Equilibrado e agradável, um vinho sem dúvida gastronômico. Foi um ótimo jantar.