31 de dezembro de 2015

Boa opção catarinense: Zelindo 2008

Nome: Zelindo
Safra: 2008
País: Brasil
Região: São Joaquim

Produtor: Vinícola Suzin

Uvas/Corte: Merlot 70% e cabernet sauvignon 30%

Teor alcoólico: 14%
Rolha: Cortiça
Preço: R$ 49,50

Onde foi comprado: Supermercado Prix, em Copacabana
Degustado em: 30 de maio de 2015
Onde Bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Comida árabe
Com quem: Claudio e Rafaela


Comentário do Produtor 
Vermelho rubi intenso, nuances violáceas, profundas. Aromas bastante intensos e complexos lembrando amora, cereja, e geleia de frutas silvestres, com um toque de especiarias, com final em tabaco, cravo e defumados. A fruta da Merlot harmoniza muito bem com o toque de chocolate trazido pela Cabernet Sauvignon. Vinho envolvente, com taninos e álcool corretos, vivos. De bom corpo, início de boca agradável, harmônico e com boa persistência no final de boca. Acidez agradável que dá sustentação ao estágio em barrica francesa. Estágio de 10 meses em barricas de carvalho francês o que trouxe muita estrutura e harmonia ao vinho. Colheita manual. Bom para consumo, porém irá melhorar com mais 4 ou 5 anos de garrafa. Harmoniza bem com carnes como cordeiro, avestruz e gado, massas com base de molhos madeira e funghi não muito condimentados. Acompanha bem queijos de média maturação. Temperatura de serviço: 16 a 20º C. 

Impressões da Rafaela
Durante a viagem à França eu fiquei bastante resfriada por não ter me agasalhado bem durante um dia específico. Quando voltei para casa, a gripe ainda estava nos finalmentes. Neste dia tínhamos a festa de aniversário do querido Lucas, filho da Carol e do Marcelo, mas eu realmente ainda não estava me sentindo bem. Decidimos então ficar em casa. Claudio comprou uma comida pronta, no árabe do Largo do Machado, e abrimos este vinho para provarmos. Vinho bem gostoso. 


Comentário do Claudio

Sempre fico de olho nos vinhos catarinenses. Boas surpresas têm vindo de lá e sempre gosto de provar vinhos novos de regiões promissoras. Já estava atento aos vinhos desta vinícola e aproveitei uma oferta em um supermercado em Copacabana. Já tinha lido bons comentários sobre este vinho e estava curioso para prová-lo. Mostrou um bom potencial, muito intenso em boca com uma mistura de frutas maduras e de notas picantes. Precisa de um tempo em taça para abrir. Um vinho com muita estrutura e que apresentou muito depósito na taça. Vinícola para ficar de olho.

Nenhum comentário: