13 de maio de 2015

Angheben diferente para acompanhar uma boa massa

Nome: Angheben
País: Brasil
Região: Vale dos Vinhedos

Produtor: Angheben Vinhos Finos

Uvas/Corte: Rebo
Rolha: Cortiça
Preço: Gentilmente nos presenteado pela Vinícola Angheben

Degustado em: 13 de maio de 2015
Onde Bebeu: Pizza Park, na Cobal Humaitá, no Rio
Harmonizado com: Massas
Com quem: Claudio e Rafaela


Impressões da Rafaela
À primeira vista, ou ao primeiro gole, este vinho pode ser desconcertante. Você imagina algo, mas é surpreendido. Eu senti até mesmo gosto de uvas passificadas no início, mas foi mesmo apenas uma primeira impressão, após respirar um pouco ele foi ficando mais redondo e gostoso. Fizemos um brinde à Luiza, que havia chegado a este mundo dois dias antes. 


Comentário do Claudio

Ganhamos este vinho do simpático Eduardo Angheben em uma visita feita ao Vale dos Vinhedos em janeiro de 2014 - na qual tivemos a companhia do Alexandre e da Vanessa do Diário de Baco. Eduardo e seu pai Idalêncio receberam a mim e ao Alexandre muito bem durante a visita à vinícola. Provamos todos os vinhos que eles produzem, leia aqui. Na saída, Eduardo nos presenteou com uma garrafa sem rótulo de um vinho que ele pediu para provarmos feito de uma uva pouco conhecida, a Rebo. Esta uva é originária da região do Trento na Itália, é um cruzamento entre a Merlot com a Teroldego. Não sei se está nos planos da vinícola lançar um vinho com esta uva, deve ser difícil comercializar um vinho de uma uva pouco conhecida, mas se depender apenas do líquido, poderia ser lançado sem susto. Um vinho com perfil bem italiano, gastronômico (acompanha bem uma boa massa), de boa acidez e notas de frutas escuras na boca. Cresceu na taça. Um vinho muito bem feito, como todos que eles produzem e fácil de se beber.

Nenhum comentário: