15 de janeiro de 2015

Ceia de Natal frugal, mas com bom vinho: Cuna de Piedra Reserva Roble 2012

Nome: Cuna de Piedra Reserva Roble
Safra: 2012
País: Uruguai
Região: Colonia
Produtor: Los Cerros de San Juan

Uvas/Corte: Tannat 100%
Teor alcoólico: 13%
Rolha: Cortiça
Preço: 300 pesos uruguaios
Onde foi comprado: Tenda Inglesa de Atlântica
Quando foi comprado: 24 de dezembro de 2014
Degustado em: 24 de dezembro de 2014
Onde bebeu: Em nosso endereço em Punta del Este
Harmonizado com: Pães e queijos
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Muy bien vestido de color púrpura oscuro, casi matices morados. Olor de la serie animal, con notas netas e intensas de frutos maduros y fondo especiado. Muy bien estructurado, sabroso.
Temperatura de servicio: 19ºC


Impressões da Rafaela
Passamos praticamente o dia todo viajando. Comprei as passagens em maio passado e nem me lembro mais quais foram meus critérios de escolha. Creio que tenha sido o preço, pois foi uma viagem meio longa, por São Paulo. O lado bom é que tivemos tempo para conhecer o novo terminal do aeroporto de Guarulhos, que ficou lindo! Almoçamos no Red Lobster com calma e ainda conseguimos até fazer vários posts para o blog. Chegamos a Montevidéu às 18h, mas demoramos uma hora para passar pela imigração e pegarmos o nosso carro. Só fomos chegar a Punta mesmo lá pelas 21h, já acompanhados pelo dono do apartamento que alugamos. Por sorte encontramos um supermercado no caminho, que havia sido nos indicado pelo locador. Fizemos algumas comprinhas e estava feita nossa ceia de Natal, que foi muito boa. Eu gostei muito deste tannat que o Claudio escolheu às pressas no supermercado. Foi uma noite bastante feliz.

Comentário do Claudio
Exame visual: Violeta vivo.
Exame olfativo: Algo adocicado.
Exame gustativo: Este foi o vinho da nossa "ceia"de Natal. Chegamos a Montevidéu e seguimos rumo à Punta. No caminho avistamos uma Tienda Inglesa, supermercado uruguaio. Paramos rapidamente por ali para comprar algumas coisas para comermos mais tarde. Não conhecia este vinho e resolvi arriscar. Ele se mostrou uma boa escolha. Vinho muito bem feito, um tannat bem domado, que mostrou em boca uma boa fruta fresca misturada com interessantes notas de especiarias. Vinho de estilo mais moderno, com boa madeira integrada ao conjunto, sem exageros. Um vinho macio de bom final e fácil de se gostar. Um bom trabalho da vinícola. Assim começaram os nossos dias no Uruguai.

Nenhum comentário: