17 de janeiro de 2015

Artesana, mistura potente de tannat com merlot

Nome: Artesana
Safra: 2011
País: Uruguai
Região: Canelones
Produtor: Artesana

Uvas/Corte: Tannat 60% e merlot 40%
Teor alcoólico: 15,3%
Rolha: Cortiça
Preço: 585 pesos
Onde foi comprado: 27 de dezembro de 2014
Quando foi comprado: Lo de Tere, em Punta del Este
Degustado em: 27 de dezembro de 2014
Onde bebeu: Lo de Tere
Harmonizado com: Risoto de camarões, casquinha de siri e prato de lulas
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Este vino se presenta rojo rubí muy brillante. El aroma es muy complejo y delicado pudiéndose sentir los frutos rojos, uvas pasas, especias, caramelo y cacao. En boca los taninos son suaves pero el sabor es intenso otorgando un largo fnal.

Impressões da Rafaela
Começamos nosso dia passeando pela La Barra, uma espécie de bairro de Punta com bastante comércio e restaurantes. Almoçamos por lá, comendo um chivito no Rex. O chivito é parecido com o xis gaúcho - mas não tão gostoso, claro. Depois passamos algumas horas na praia, para começar a pegar uma cor. O final da tarde foi marcado por uma caminhada pela região do Porto. Passamos pela porta de vários restaurantes e acabamos escolhendo este Lo de Tere, sobre o qual havíamos lido alguns bons comentários. O jantar foi muito bom. O garçom nos ofereceu como entrada uma casquinha de siri. Eu sempre fico com um pé atrás, mas realmente esta é ótima, diferente de qualquer casquinha de siri que eu já tenha posto os olhos. Gostei muito. O vinho escolhido pelo Claudio era poderoso! Forte, mas bem gostoso. Claudio nem quis me dizer quanto de álcool tinha, para eu não me assustar. Bebi bastante água e para rebater comemos um panqueque de dulce de leche. Bem boa!!! O melhor de tudo é que como fomos os primeiros a chegar no restaurante, tivemos um desconto de 40% nos pratos.

Comentário do Claudio
Fomos jantar no Lo de Tere, restaurante muito bom bem perto do porto de Punta. A carta de vinhos do restaurante é muito interessante com bons rótulos. Havia provado os vinhos da Artesana na feira de Tannat Uruguaios que passou pelo Rio e fiquei com vontade prová-los com calma novamente. Assim que vi na carta este corte de Merlot com Tannat, não tive dúvidas sobre qual seria o vinho do jantar. Vinho de grande estrutura, muita intensidade em boca, muito corpo. Um vinho tintoso, com notas de ameixa preta e taninos bem domados. Apesar de seus 15,3% de álcool, ele se mostrou bem integrado assim como a madeira. É um vinho potente, mas com muita personalidade, sem ser exagerado ou enjoativo em boca. Vinho muito bem feito. Vinícola que vale prestigiar. Por incrível que pareça, mesmo com toda esta estrutura, o vinho não atropelou o prato de lulas. Foi um belo jantar e um belo final de noite em Punta.

Nenhum comentário: