28 de novembro de 2014

Apresentação no Rio do filme de Beto Duarte sobre o Chile

Histórias peculiares sobre a produção de vinhos no Chile serviram de base para a produção do documentário Chile: Terroir, Personagens, Histórias e Vinhos, dirigido pelo jornalista Beto Duarte. O lançamento no Rio foi realizado no Bistrô Ouvidor, em Botafogo, sendo harmonizado com pratos deliciosos assinados pelo chef e sommelier Efraim Moraes. Na organização estava a animada Ju Gonçalves, do blog Vou de Vinho.

Beto Duarte é jornalista, autor do blog Papo de Vinho e organizador, junto com Daniel Perches, do Encontro de Vinhos. Em uma viagens de poucos dias coletou depoimentos interessantes, divertidos e repletos de conteúdo. O resultado é pouco mais de uma hora de compartilhamento de informações sobre solo, clima, melhores uvas, comportamento de enólogos e mais um tanto de histórias legais.

O lançamento do filme foi no dia 13 de novembro de 2014, no Rio de Janeiro.

4 de novembro de 2014

Vinho branco nacional para a Confraria Brasileira de Enoblogs: Aracuri Sauvignon Blanc 2013 #cbe

Nome: Aracuri
Safra: 2013
País: Brasil
Região: Campos de Cima da Serra
Produtor: Aracuri - Vinhos Finos
Importador: -

Uvas/Corte: Sauvignon Blanc 100%
Teor alcoólico: 12,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: 03745
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente oferecido pela vinícola
Quando foi comprado: -
Degustado em: 1º de novembro de 2014
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Queijos, pães, azeitonas
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Aromas intensos e elegantes, com predomínio de notas vegetais e de pomelo. Paladar complexo e equilibrado com acidez vibrante e refrescante.

Impressões da Rafaela
Este foi mais um sábado sentada à frente do computador, tentando dar conta de uma lista de afazeres acadêmicos. Sinceramente, não vejo a hora de mudar de fase. Agora falta pouco. À noite, meio sem ideias, resolvemos ir ao supermercado comprar algumas coisinhas para acompanhar o vinho que planejamos beber para a CBE. Confesso que eu nunca sei qual é a minha uva preferida. Acho que sempre depende do vinho, do meu dia, da comida... Enfim, há dias em que digo amar Riesling, noutros meu coração e paladar são todos da Chardonnay. Sauvignon Blanc, me lembrou o Claudio antes do primeiro gole, é uma casta com um gosto mais vegetal. Realmente foi este o gosto que senti. Apesar deste sabor ser bem marcado, ele é leve.

Comentário do Claudio
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Mais uma vinho escolhido para a Confraria Brasileira de Enoblogs. Desta vez o tema era vinho branco brasileiro.  Escolhemos um da região dos Campos de Cima da Serra, da vinícola Aracuri. Já provei alguns vinhos desta cepa da região do planalto catarinense (altitude) que mostrou um excelente potencial, este vinho da altitude gaúcha também mostrou que a Sauvignon Blanc pode ser uma excelente aposta para a região. Um vinho com muita tipicidade da casta, com notas vegetais bem presente, corpo leve e boa acidez. É um vinho elegante, mas bem marcado pelas notas verdes, que pode não agradar a todos os paladares. Como eu gosto do estilo, foi um vinho que achei interessante. É um vinho para ficar de olho nas próximas safras, acho que tem todo o potencial de mostrar uma evolução muito boa. Vale conhecer para se perceber o comportamente da Sauvignon Blanc na região.

3 de novembro de 2014

Um espumante leve e descontraído: Salton Intenso #winebar

Nome: Salton Intenso
Safra: -
País: Brasil
Região: Tuiuty
Produtor: Vinícola Salton
Importador: -

Uvas/Corte: Chardonnay, Pinot Noir e Riesling
Teor alcoólico: 12,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: Enviado pela vinícola para participação no Winebar
Onde foi comprado: -
Quando foi comprado: -
Degustado em: 5 de agosto de 2014
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Comida Thai
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Coloração amarelo claro, com intensas e finas borbulhas, formando uma coroa de espuma branca na superfície do líquido. Expressa aromas equilibrados entre o frescor de suas variedades e a prolongada permanência sobre borras finas: cítricos, flores brancas, frutos secos, cevada tostada e levedura. Sua cremosidade e estrutura envolvem o paladar, em meio a uma refrescante e equilibrada acidez.

Impressões da Rafaela
Espumante bem feito, que vai agradar a maioria das pessoas que o provar. Sabor tem um quê de abacaxi. Gostoso. Parece leve, mas creio que fica melhor se harmonizado com algum comida.

Comentário do Claudio
Exame visual: Amarelo bem clarinho
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Este espumante foi apresentado em uma edição do Winebar. Acabamos não bebendo no dia da transmissão on line, mas não deixamos de provar. Este espumante, como o rótulo sugere, é alegre e festivo. Um espumante fácil, descomplicado, refrescante, para beber sem compromisso. A garrafa vai rápido e agrada pelo seu perfil leve. Espumante para festa e para eventos com públicos ecléticos. Resumindo, um espumante divertido.

2 de novembro de 2014

Novo espumante rosé da Dunamis é apresentado no Winebar

Nome: Dunamis
Safra: 2013
País: Brasil
Região: Bento Gonçalves
Produtor: Dunamis Vinhos
Importador: -

Uvas/Corte: Malbec 50% e Merlot 50%
Teor alcoólico: 12,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente oferecido pelo Winebar/Dunamis
Quando foi comprado: -
Degustado em: 29 de outubro de 2014
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Quibe e pães árabes
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Possui cor salmão clara. Em boca acidez refrescante e equilibrada com forte presença de sabor frutado. Notas de frutas vermelhas como morango, cereja e groselha se fundem originando um aroma delicado e fino.

Impressões da Rafaela
A Dunamis Vinhos apresentou no Winebar este novo rosé brut. O vídeo completo pode ser acessado aqui. Fiquei bem impressionada. Este espumante é diferente de outros que já provei, parece ter mais corpo, mais personalidade, além de aromas bem presentes, tanto no nariz quanto em boca. Gostei muito. Nas próximas semanas, iremos provar os outros dois vinhos que foram enviados para degustação, os já conhecidos Ar Brut e Ar Moscatel.

Comentário do Claudio
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: A Dunamis é uma novata vinícola brasileira que desde o seu nascimento se propôs a seguir caminhos diferentes. Em geral, seus vinhos e espumantes são fáceis de se beber, sem complicação. Já fizeram pesquisa com consumidores, já lançaram um Merlot vinificado em branco e tivemos a oportunidade de provar durante a última edição do Winebar o último lançamento: um espumante rosé feito de Merlot e Malbec. O mais interessante deste espumante é que ele foge do óbvio. Fácil de beber, ele apresenta notas florais em boca, corpo médio e boa acidez. É um espumante diferente, bem feito e que me agradou muito. Vai funcionar bem com os dias de calor que estão por vir.