14 de abril de 2014

Galetinho com um Merlot na Serra Gaúcha - Dom Eliziario 2007

Nome: Don Eliziario Reserva 110 anos 
Safra: 2007
País: Brasil
Região: Vale dos Vinhedos
Produtor: Dom Eliziario
Importador: -

Uvas/Corte: Merlot
Teor alcoólico: -
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Canta Maria, em Bento Gonçalves
Quando foi comprado: -
Degustado em: 21 de janeiro de 2014
Onde Bebeu: Canta Maria, em Bento Gonçalves
Harmonizado com: Rodízio italiano
Com quem: Claudio, Rafaela, Alexandre e Vanessa

Comentário do Produtor
Vinho de cor violácea e aroma frutado lembrando frutas vermelhas. O paladar é equilibrado com retrogosto agradável. Perfeito para acompanhar carnes vermelhas e massas com molhos condimentados. A temperatura recomendada de servir é de 15º a 18ªC.

Impressões da Rafaela
Quando combinamos a viagem ao Vale dos Vinhedos com o Alexandre e a Vanessa, tínhamos apenas uma certeza: comeríamos galetos! Passamos meses sonhando com isso. Na primeira noite no Vale fomos direto para o Canta Maria. Estava tudo delicioso, como esperado. A comilança foi acompanhada por este vinho desconhecido para todos. Vinho simples, mas gostoso. Não poderia ter acompanhado melhor os galetinhos. Este foi o dia em que chegamos. Alexandre e Vanessa foram nos buscar na rodoviária. Depois de deixarmos as malas no hotel, seguimos para a Tramontina, em Carlos Barbosa. Além das sonhadas panelas, acabamos achando lá as cadeiras para nossa varanda. Fazia mais de cinco anos que planejávamos trocar os móveis da varanda, mas nunca havíamos encontrado algo que realmente gostássemos. Batemos o olho, provamos, pegamos a opinião da Van e do Alê e fechamos a compra. Em seguida, fomos provar queijos do outro lado da rua. Ali quem comprou para valer foi a turma do Diário de Baco. :)  


Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual: 
Exame olfativo:
Exame gustativo: Sabe aquele vinho que você escolhe sem nunca ter ouvido falar nada a respeito dele? Ao chegarmos a Bento Gonçalves, encontramos os amigos Vanessa e Alexandre para passarmos alguns dias juntos na região. Nesta noite fomos jantar no restaurante Canta Maria, um clássico da região para comermos um bom galeto e típica culinária italiana. No Canta Maria você encontra um loja com boa oferta de diversos vinhos brasileiros. Eu e Alexandre resolvemos escolher um vinho desconhecido para acompanhar o jantar. Assim chegamos neste Merlot que se mostrou muito agradável. Vinho bem feito, com tudo no lugar, correto e que agradou. Não é um super vinho, mas é aquele vinho ideal para acompanhar um jantar e que funcionou muito bem com o galeto e as massas do restaurante, foi uma boa pedida.

10 de abril de 2014

Almoço em Caxias do Sul com o Leopoldina Premium Chardonnay da CasaValduga

Nome: Leopoldina Premium 
Safra: 2013
País: Brasil
Região: Vale dos Vinhedos
Produtor: Valduga
Importador: -

Uvas/Corte: Chardonnay
Teor alcoólico: 13,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: Gentilmente nos oferecido pela madrinha Véra
Onde foi comprado: Tumelero Bebidas
Quando foi comprado: -
Degustado em: 21 de janeiro de 2014
Onde Bebeu: Casa da mardrinha Véra, em Caxias do Sul
Harmonizado com: Almoço especial preparado pela madrinha para nos receber
Com quem: Claudio, Rafaela e Véra

Comentário do Produtor

Visão: Coloração amarelo palha, límpido e brilhante.
Olfato: Surpreendente fineza e intensidade nos aromas, destacando notas de frutas tropicais e frescas, como maçã, pera e abacaxi.
Paladar: Pleno, com bom ataque de boca e muito frescor, apresenta equilíbrio e untuosidade. Final de boca é persistente, com retrogosto frutado.

Impressões da Rafaela
Depois de passarmos uns dias em Vacaria, nosso plano era viajar direto para Bento Gonçalves, onde nos encontraríamos com a Van e o Alê. No fim de semana, nos encontramos com o padrinho e a madrinha, que contou à madrinha Véra que estávamos na área. Ela não perdoaria se não passássemos em sua casa nova em Caxias do Sul. Combinamos então um almoço para a terça-feira. Como o apartamento fica perto da rodoviária, não poderia dar mais certo. Para acompanhar a ótima salada com cebolas e os bifes com molho madeira ("sei que você não come carne, mas estando no Rio Grande do Sul, achei que este era o melhor prato para fazer"). Estava tudo delicioso. Para completar, a madrinha comprou este ótimo vinho branco para nos esperar. Acertou em tudo! Obrigada, madrinha, e até a próxima. 


Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual: 
Exame olfativo:
Exame gustativo: Depois de passar uns dias em Vacaria, seguimos viagem para a região dos Vale dos Vinhedos para passar uns dias por ali com os amigos Alexandre e Vanessa. No caminho, paramos em Caxias do Sul e almoçamos na casa da madrinha da Rafaela. Fomos muito bem recebidos, com um almoço delicioso e este vinho branco da Casa Valduga. Já fazia um tempinho que não bebia um chardonnay deles e este da Linha Premium foi uma boa surpresa. Se mostrou um vinho sem exageros, leves notas frutadas, sem excesso de madeira, bem feito e saboroso. Um vinho todo correto, fácil de se beber e foi muito bem no dia de calor que fazia em Caxias. Gostei. Do almoço, seguimos para a rodoviária para pegar o ônibus para Bento Gonçalves.

Churrasco com Aracuri Brut 2011

Nome: Aracuri Brut
Safra: 2011
País: Brasil
Região: Muitos Capões
Produtor: Aracuri Vinhos Finos
Importador: -

Uvas/Corte: Chardonnay 100%
Teor alcoólico: 11,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: R$ 23,90
Onde foi comprado: Supermercado Bortolon, em Vacaria
Quando foi comprado: Setembro de 2013
Degustado em: 20 de janeiro de 2014
Onde Bebeu: Casa da Mãe, em Vacaria
Harmonizado com: Churrasco
Com quem: Claudio, Rafaela, Luci, Cássio, Janayna, Isabelle, Júlia e Maria Victória

Comentário do Produtor

Perfil Sensorial: espumante elegante e refrescante de perlage fina e abundante. No aroma destacam-se as notas de damasco, raspas de limão e pão fresco. O paladar é envolvente e cremoso com acidez cativante.

Impressões da Rafaela
No dia anterior, havíamos feito um churrasco em casa. Como sobrou muito de tudo, resolvemos fazer um segundo churrasco na segunda-feira. Claudio assumiu a churrasqueira. Para acompanhar, resolvemos abrir este espumante comprado dias atrás. Foi perfeito com o churrasco. Ainda mais que estava um dia superquente. Este foi nosso último dia em Vacaria antes de viajarmos para o Vale dos Vinhedos. 


Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Já provamos alguns vinhos da Aracuri e o resultado em taça 
sempre foi muito positivo. Já acompanhamos os vinhos há algum tempo, mas não tínhamos provado ainda o espumante. Estava muito curioso e como estávamos na região, compramos uma garrafa para experimentar. Fiquei com a tarefa de preparar o churrasco, que foi muito bem escoltado pelo espumante safrado. Fácil de beber e de se gostar, este espumante feito com 100% Chardonnay, mostrou boa acidez, boa cremosidade em boca e muito equilíbrio. Fez sucesso durante nosso churrasco e a garrafa foi rápido. Mais um bom produto da Aracuri com ótimo preço, vale provar.

9 de abril de 2014

Pizza com Pinot Noir dos Campos de Cima da Serra: Família Lemos de Almeida 2012

Nome: Família Lemos de Almeida
Safra: 2012
País: Brasil
Região: Muitos Capões, nos Campos de Cima da Serra
Produtor: Vinícola Fazenda Santa Rita

Uvas/Corte: Pinot Noir 100%
Teor alcoólico: 13,3%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: R$ 50
Onde foi comprado: Bendita Pizzeria, em Vacaria/RS
Degustado em:  18 de janeiro de 2014
Onde Bebeu: Bendita Pizzeria, em Vacaria/RS
Harmonizado com: Pizzas diversas
Com quem: Claudio, Rafaela, Luci, Janayna, Cássio, Julia, Isabelle e Maria Victória


Impressões da Rafaela

A razão de nossa viagem a Vacaria foi o batizado da Maria Victória, que ocorreu neste sábado. À noite, fomos todos comer pizza em um local que gostei bastante quando fui com a mãe meses atrás. Pedimos um dos vinhos da Família Lemos. Na hora de servir, a garçonete ao invés de pegar o que pedimos, trouxe, aberto, este outro, que já havíamos provado semanas antes e era o dobro do preço. Como já estava aberto e sabíamos que talvez ela tivesse que pagar pela garrafa aberta, acabamos provando novamente. Ainda bem que ele é bem bom!

Comentário do Claudio
Exame gustativo: Na noite de sábado, fomos comer uma pizza em Vacaria. Solicitei a carta de vinhos do restaurante e achei muito interessante ver os vinhos da região presentes na carta. Já tínhamos observado isto em um outro restaurante por lá. Acho muito bacana quando se valoriza os produtos locais. Este é um bom caminho para os vinhos da região dos Campos de Cima da Serra construírem uma marca forte. Se os novos produtores deste novo terroir brasileiro trabalharem em conjunto, vão conseguir um boa projeção no cenário nacional. Dito isto, escolhemos um Pinot Noir da Fazenda Santa Rita. Nossa ideia era provar uma garrafa do Pinot Noir da linha mais básica, porém acabamos bebendo novamente o bom Família Lemos de Almeida. Por engano a garçonete abriu esta garrafa que mais uma vez mostrou qualidade. Um bom produto feito com uma matéria-prima muito interessante e que com mais algum tempo de garrafa vai deixar a madeira mais integrada. Foi bem com nossa pizza.

Encontro com amigos queridos em Vacaria

Nome: Reservado
Safra: 2012
País: Chile
Região: -
Produtor: Concha & Toro
Importador: -

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon 100%
Teor alcoólico: -
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: -
Quando foi comprado: -
Degustado em: 17 de janeiro de 2013
Onde Bebeu: Casa do Cuco e da Ju, em Vacaria
Harmonizado com: Salmão com acompanhamentos deliciosos
Com quem: Claudio, Rafaela, Cuco e Juliana

Comentário do Produtor
-

Impressões da Rafaela
Em quase todas as vezes em que vou a Vacaria me encontro com a Ju, minha amiga desde 1990. É sempre muito bom. Mesmo que fiquemos meses sem nos vermos, sempre temos muitos assuntos, que não cabem nas poucas horas de que dispomos. Sempre fica faltando contar mais alguma coisa, escutar mais um história. Desta vez, o encontro foi com a presença do Claudio e do Cuco. Ju preparou um jantar muito especial. Comer bem é algo garantido na casa deles. Tomara que voltemos a nos ver em breve.

Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Em uma noite muito agradável em Vacaria, fomos muito bem recebidos pelos amigos Ju e Cuco. Eles nos prepararam um belo jantar, acompanhado por bom papo. Para acompanhar, bebemos um Reservado Cabernet Sauvignon e uma taça do Merlot da Fazenda Santa Rita.

7 de abril de 2014

Degustação dos vinhos da novata Fazenda Santa Rita em Vacaria


Visita à loja da Fazenda Santa Rita, nova vinícola da região dos Campos de Cima da Serra, comandada por Agamenon Lemos de Almeida. Degustação das linhas Fazenda Santa Rita e Lemos de Almeida. 17 de janeiro de 2014, em Vacaria.

Impressões da Rafaela
Quando planejamos a viagem a Vacaria, já sabíamos que iríamos conhecer a loja da Vinícola Fazenda Santa Rita. A mãe havia feito bastante propaganda - inclusive nos dando um vinho de presente de natal - e na rádio local de pouco em pouco há anúncios. Fomos muito bem recebidos na loja, onde olhamos todos os produtos (além dos vinhos próprios, há produtos de beleza à base de uva e alguns acessórios) e fizemos uma degustação. Gostamos de todos os vinhos, há para vários gostos, desde aquele para um dia de festa ou uma tarde quente de verão até outro para jantares mais elaborados. Fiquei bastante feliz com a qualidade dos produtos e também por perceber que a cidade aos poucos está acordando para este mercado. Já existem na cidade algumas bons produtores, mas ainda não tinha visto uma loja dedicada ao tema, especialmente dedicada a uma vinícola. 


Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual: 
Exame olfativo:
Exame gustativo: É muito interessante observar o surgimento de uma nova vinícola. Mais uma novo projeto da promissora região dos Campos de Cima da Serra. Em nossa última visita à Vacaria, fomos conhecer a simpática loja da Fazenda Santa Rita e tivemos a oportunidade de provar todos primeiros vinhos que eles produziram. São seis rótulos diferentes, sendo dois da linha Família Lemos de Almeida, linha com passagem em madeira por um tempo maior, e 4 rótulos da linha Fazenda Santa Rita. Nesta primeira safra os vinhos foram vinificados na vinícola Viapiana. O mais interessante nestas primeiras safras é observar o potencial que cada cepa pode apresentar na região. Videira nova, método de vinificação ainda sendo conhecido, mas os vinhos já apresentaram boas qualidades. O Pinot Noir se mostrou já mais consistente. Tanto a linha com maior passagem por madeira quanto a outra mostraram uma boa fruta vermelha com leves notas de defumados e boa acidez. O Família Lemos de Almeida precisa de um pouco mais de tempo em garrafa para deixar a madeira mais integrada. Temos uma garrafa aqui que vamos esperar um pouco para abrir e ver a sua evolução. Os vinhos brancos também me agradaram: Tanto o Chardonnay quanto o Sauvignon Blanc mostraram notas minerais e elegância. Bom potencial que deixa a curiosidade de como estes vinhos vão evoluir com mais algumas safras. Vamos acompanhando a evolução e informamos aqui no blog. Vale ficar de olho.

2 de abril de 2014

Depois de um dia de trabalho, hambúrguer com um belo tinto sul africano

Nome: Catharina
Safra: 2006
País: África do Sul
Região: -
Produtor: Steenberg Vineyards
Importador: -

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: Gentilmente oferecido pelo Deco
Onde foi comprado: -
Quando foi comprado: -
Degustado em: 14 de janeiro de 2014
Onde Bebeu: General Prime Burguer
Harmonizado com: Hambúrguer
Com quem: Claudio, Gilberto e Déco

Comentário do Produtor
The blend is made up of the best barrels chosen from the best blocks in the cellar after 15 months. Once the blend is made up it returns to barrel for a further 5 months before bottling. Each cultivar is vinified separately in a traditional red winemaking style before going to barrel to age. On average the grapes were harvested at a sugar level of 23-25°B. The juice was fermented on the skins for 7 – 10 days allowing the temperature in the tank to peak at 30°C. Air was incorporated during pump-overs which occurred 3 times per day. After pressing the wine was transferred to new French oak barrels for malolatic fermentation and maturation. It then underwent a light egg white fining once blended and before being bottled.

Comentário do Claudio

Rótulo: -
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Passei o dia em reunião em São Paulo, desde cedo trabalhando na capital paulista. Depois da última reunião, o amigo e blogueiro Déco Rossi me ligou e combinamos de nos encontrar. Como tínhamos pouco tempo, pois seguiríamos ainda aquela noite para Itu, resolvemos comer um hambúrguer no shopping onde estávamos. O Déco chegou e trouxe uma garrafa de um vinho tinto com ele. Um vinho sul-africano que eu não conhecia. Já com oito anos de vida, o vinho mostrou ser de muita qualidade, estilo elegante, mais velho mundo, taninos finos, boa complexidade e bastante envolvente. Foi uma bela surpresa para mim. Infelizmente não deu tempo de beber a garrafa toda, ficou aquele gostinho de quero mais. Foi para a lista de vinhos que merecem ser provado com calma. Obrigado, Déco!