28 de setembro de 2014

Um vinho que traz ótimas lembranças: Bolgheri Rosso 2011

Nome: Bolgheri Rosso
Safra: 2011
País: Itália
Região: Bolgheri
Produtor: Michele Satta, Castagneto Carducci
Importador: -

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon 30%, Sangiovese 30%, Merlot 20%, Teroldego 10% e Syrah 10%
Teor alcoólico: 13%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: 7,50 euros
Onde foi comprado: Osteria Tognoni, em Bolgheri
Quando foi comprado: Julho de 2013
Degustado em: 25 de maio de 2014
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Massa com três molhos - tomate, pesto e gorgonzola
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
This wine is the expression of the vineyard (about 20 hectares) which I have planted in recent years having in mind the project "Bolgheri", the objective of enhancing the features of this territory for a large font and red ones. All the grapes are cultivated with ancient attentions and dedication, in a high density vineyard (approximately 6200 plants/ha) where I take care of the natural balance of the vineyard. In harvest I choose with manual harvesting the grapes to perfect ripeness and perform fermentation without adding artificial yeasts, on the skins for at least three weeks. After 12 months in oak barrels, the wine is bottled without filtration and stay in the cellar for 6 months before being sold. Colour: intense ruby red. Bouquet: intense and fresh notes of red and black fruit with perceptions of scents of leather and tobacco. Flavour: harmonious and drinkability where fresh fruit sensations are accompanied in a solid tannic structure and a persistent finish. Accompaniment: all meat dishes with rich sauces and starters.

Impressões da Rafaela
Este é um daqueles vinhos que tão logo é aberto, você já sente que se trata de uma ótima opção. É uma bebida supercheirosa. Havíamos feito um jantar para a família na sexta-feira à noite. Como sobraram alguns molhos, sugeri ao Claudio que fizéssemos mais um pouco de massa. Para não comprometer os estudos da tarde, escolhemos esta meia garrafa. É um daqueles vinhos que depois de prová-lo você fica se perguntando por que não comprou uma garrafa grande. Bom, a resposta neste caso é que já estávamos com as malas cheiras, era final da viagem, sem chance de trazer muito mais garrafas, mesmo que este valesse - e muito - dar uma apertada na mala. Vinho perfeito, gastronômico, que foi muito bem com a massa. Almoço perfeito. Ainda mais com o restinho de doce de coco que sobrou para a sobremesa.

Comentário do Claudio
Exame visual: Um límpido rubi.
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Compramos esta meia garrafa quando passamos por Bolgheri na Itália. O vilarejo é pequeno, mas um lugar muito agradável de se passear. Almoçamos em um restaurante/loja de vinhos e durante o almoço fiquei pensando quais vinhos comprar para trazer para casa. Entre outros, resolvemos comprar esta meia garrafa. Tão logo a colocamos na taça, pensei que deveria ter trazido uma garrafa inteira. Um vinho bem italiano, de perfil gastronômico, taninos bem marcados e bem seco em boca. Vinho de boa estrutura e que poderia evoluir bem em garrafa. Estilo de vinho do Velho Mundo, vivo em boca, até um pouco rústico, mas um vinho verdadeiro, sem maquiagens, com personalidade. Estilo que eu gosto bastante. Evoluiu na taça e apresentou algo de defumado e de pimenta preta. Ótima experiência e que foi bem com a nossa massa.

Nenhum comentário: