26 de setembro de 2014

Evento com vinhos de Portugal de tarde, encontro com amigos e vinhos da Nova Zelândia à noite

Nome: Spy Mountain / Ara Single Estate / Mission
Safra: 2011 / 2012 / 2012
País: Nova Zelândia
Região: Marlborough / Marlborough / Hawke's Bay
Produtor: Johnson Estate Winery / Ara Wines / Mission Vineyards
Importador: -

Uvas/Corte: Pinot Noir / Pinot Noir / Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 14% / 13% / 13%
Rolha: Rosca / Rosca / Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente trazido pelo Wagner
Quando foi comprado: -
Degustado em: 28 de maio de 2014
Onde bebeu: Em Copacabana e em casa
Harmonizado com: Pães, queijos e acepipes
Com quem: Claudio, Miguel, Ricardo, Carlinhos, Mario e Marcelo

Comentário do Produtor
A more classical expression of Marlborough but with the added complexity and texture that you can expect from Ara wines. Dark raspberry and boysenberry fruit flavours emerge from a soft and savoury wine rounded out with elegant but firm tannins.
This Cabernet of the Gimblett Gravels has good structure, fine tannins, with pure blackberry aromas. This blend with the Merlot is medium bodied and has fine savoury aromas on the palate. This palate is firm, with good texture and a soft finish. 

Comentário do Claudio
Em um mesmo dia, vinhos de países distantes. Aproveitando para colocar alguns posts atrasados em dia: no final de maio, fui convidado para mais uma feira de vinhos portugueses, que aconteceria no Rio, organizada pelo amigo Orestes de Andrade e sua assessoria, a Ponto Doc. A Vinhos de Portugal investe bastante na divulgação dos vinhos no Brasil. As feiras e os eventos aqui no Rio sempre são muito concorridos. Nesta feira, estavam representadas adegas cooperativas de cinco regiões diferentes de Portugal. Passei muito rapidamente pelo evento, provei poucos vinhos, mas vale destacar uma linha de tintos da Bairrada que gostei: Marquês de Marialva, três tintos bem interessantes da Adega de Cantanhede. Voltei correndo para casa, pois iria receber meus amigos de faculdade em mais um dos encontros mensais que fazemos. Desta vez, iríamos abrir os vinhos da Nova Zelândia que o Wagner, um dos amigos que atualmente mora por lá, nos trouxe. Gosto de provar os vinhos daquele país, vinhos com personalidade e bem diferentes. Abrimos dois Pinots, um mais leve e frutado, fácil, descomplicado e bem feito: o Spy Mountain. O segundo Pinot mostrou mais elegância e complexidade, com notas delicadas de frutas e leve defumado, bom vinho: Ara Single Estate. Por último, um ótimo Cabernet Sauvignon, de bom corpo, com notas de frutas escuras, sem exagero de madeira ou extração. Obrigado, Wagner, pelos vinhos!

Nenhum comentário: