4 de janeiro de 2014

Salton Gerações Antonio Domenico Salton #winebar

Nome: Salton Gerações Antonio Domenico Salton
Safra: 2013
País: Brasil
Região: Vale dos Vinhedos
Produtor: Vinícola Salton
Importador: -

Uvas/Corte: Pinot noir 50% e chardonnay 50%
Teor alcoólico: 12,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Nos presenteado pelo Winebar
Quando foi comprado: Novembro de 2013
Degustado em: 14 de dezembro de 2013
Onde Bebeu: Em casa
Harmonizado com: Massa com molho de tomates caseiros
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Coloração amarelo ouro, com grande desenvolvimento de finas borbulhas, com geração de correta formação de espuma. Aromas complexos que lembram: cevada tostada, pão torrado, mel, nozes, baunilha, avelã, café. Paladar cremoso com excelente acidez cítrica.

Impressões da Rafaela
Espumante muito gostoso, fácil de beber, agradável em qualquer companhia. Neste dia, como sairíamos à noite, resolvemos fazer um almoço especial. Aprendemos faz algumas semanas a fazer um ótimo molho de tomate. Agora, vivemos a massa e a pizza. :) Este foi o dia de irmos à festa Acordar, amor! para a comemoração dos aniversários da Raquel, da Carol e da Mariazinha. A festa foi bastante animada e com uma trilha muito boa. 

Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual:
Exame olfativo:
Exame gustativo: Terceira vez que bebe este espumante. Nas outras duas vezes bebemos este vinho na companhia de diversos amigos e nesta situação nem sempre conseguimos parar e analisar o espumante com calma. Recebemos esta garrafa para mais uma edição do Winebar e assim conseguimos provar com calma este interessante espumante. É um espumante de bastante complexidade, devido aos 3 anos de contato com as leveduras. É um espumante de boa cremosidade, acidez na medida, um bom espumante que pode crescer ainda mais com mais algum tempo de garrafa. Um produto de uma série especial que homenageia um dos fundadores da centenária vinícola. Quem procura um espumante mais intenso e complexo, este pode ser uma boa pedida.

Nenhum comentário: