4 de dezembro de 2013

Começo de um fim de semana com visitas especiais - Nexus Cosecha -Tempranillo 2011

Nome: Nexus Cosecha
Safra: 2011
País: Espanha
Região: Ribera del Duero
Produtor: Nexus
Importador: -

Uvas/Corte: Tempranillo
Teor alcoólico: 14,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente trazido pelo Gil e pela Érika
Quando foi comprado: -
Degustado em: 11 de outubro de 2013
Onde Bebeu: Restaurante Gonzalo, no Leblon, Rio de Janeiro
Harmonizado com: Carnes e acompanhamentos
Com quem: Claudio, Rafaela, Gil e Érika

Comentário do Produtor
This is a light and young wine, aged for 8 months in french oak casks. A very intense and aromatic nose with the predominance of fruity balsamic notes and somewhat minty. Young and intense. The mouthfeel is balanced, long and intense with sweet tannins that are very polished and add complexity and volume to the wine.

Impressões da Rafaela
Depois de ficar mais de uma hora na fila do táxi no Santos Dumont, seguimos com malas e tudo para o Leblon. Já era quase onze da noite, mas ainda havia fila na porta do Gonzalo. Mesmo assim resolvemos esperar. Comemos empanadas e as carnes assadas no modo uruguaio. Tínhamos dois vinhos na mochila do Gil, mas estávamos já tão cansados àquela altura do dia que só demos conta de beber um. Durante o jantar, traçamos o roteiro do sábado, cujo objetivo máximo era buscar o kit da corrida que faríamos no domingo.

Comentário do Claudio
Rótulo: 
-
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Gil e a Érika tinham chegado de Uberlândia para passa o fim de semana conosco e a Rafaela foi até o aeroporto esperar por eles. Eu tinha passado o dia em São Paulo e cheguei ao Santos Dumont logo em seguida. Depois de esperar muito tempo na fila do táxi, partimos para o restaurante uruguaio Gonzalo (já falo dele aqui várias vezes). Chegando lá, mais fila de espera. Sentamos para jantar bem tarde e acho que não aproveitamos como devia. Para acompanhar o jantar abrimos um dos vinhos que o Gil trouxe, um tempranillo bem frutado, que não parecia ter 14,5% de álcool. Um vinho bastante equilibrado que escoltou bem nossa carne. Vale provar.


Nenhum comentário: