18 de outubro de 2013

Puerto Carmelo by Narbona 2010 / Mendel 2009 / Terra Mater Limited Reserve Syrah 2008 no Gonzalo

Nome: Puerto Carmelo by Narbona / Mendel / Terra Mater Limited Reserve
Safra: 2010 / 2009  / 2008
País: Uruguai / Argentina / Chile
Região: Montevidéu / Mendoza / Maipo
Produtor: Puerto Carmelo / Mendel /  Terra Mater
Importador: -

Uvas/Corte: Tannat / Malbec / Shiraz
Teor alcoólico: 14% / - / 14%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: Oferecido pelo Tiago e pela Débora / Este havia nos sido presenteado pela Wines of Argentina para um Winebar / Oferecido pelo Helton
Onde foi comprado: -
Quando foi comprado: 14 de agosto de 2013
Degustado em: 14 de agosto de 2013
Onde bebeu: Restaurante Gonzalo, no Leblon, Rio
Harmonizado com: Miúdos de gado, frango grelhado e carnes com corte uruguaio
Com quem: Claudio, Rafaela, Helton, Tiago e Débora

Comentário do Produtor
Terra Mater - Deep and intense red colour with some violet hints. Rich berry nose with ripe black fruit, well assembled with some meaty aromas, some cocoa and a touch of violets. Well structured, rich and full bodied with abundant ripe tannins which are smooth and well rounded. A long and flavoursome finish.

Impressões da Rafaela
Mais um encontro superagradável com o Helton. Desta vez, acompanhados da Debora e do Tiago. Débora, apesar do sotaque manezinho, é uruguaia. Durante o jantar, ela foi nos falando sobre aspectos culturais do Uruguai. Gostamos muito. Os vinhos foram muito bem com o meu frango. Dos três, o que gostei mais foi do Mendel. E a finalização da noite foi, como sempre, com uma panqueca de doce de leite Lapataia. Muito especial!

Comentário do Claudio
Rótulo: -
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Mais uma vez marcamos um jantar com amigos no Gonzalo, o ótimo restaurante uruguaio do Leblon. Mais uma vez o atendimento foi muito atencioso e com ótimas comidas. Para acompanhar abrimos 3 vinhos que havíamos levado. Começamos por um tannat uruguaio que não conhecia. Perfil frutado , um tannat diferente, ficou devendo as características da cepa, ou seja, taninos mais intensos e um pouco mais de corpo. Seguimos para um ótimo malbec argentino, o Mendel. Bom vinho, de bom corpo, boa companhia para a carne. Para finalizar, mudamos de uva e de país, partimos para o Chile com a Syrah. Outro vinho que não conhecia, vinho bem equilibrado e com tipicidade da cepa, com especiarias bem presente. A noite foi muito agradávé, na companhia do Helton, Debora e Tiago.
Nota: 

Nenhum comentário: