13 de julho de 2013

Para fechar o período, um encontro com vinhos especiais

Mais um encontro dos meus colegas professores da PUC-RJ, desta vez para confraternizar o encerramento do período em que o tema "vinho" foi o mote dos projetos desenvolvidos pelos alunos. Mais uma vez, gentilmente a Joy ofereceu sua casa para o encontro que ocorreu no dia 2 de julho, com as presenças de Joy, Vitoria, Tatiana, Vitor, Roberta, Carla, Jorge, Flavia, Marcelo, Ana, Rômulo e Claudio. Mais uma vez, fiquei encarregado da seleção dos vinhos e procurei comprar vinhos diferentes ou com rótulos divertidos, vamos a eles:

- Primeiro vinho da noite foi o leve e gostoso brasileiro ReD, um corte de Cabernet Sauvignon com Merlot produzido na Campanha. Já comentamos este vinho aqui no blog e nesta noite ele agradou bastante. Vinho de corpo leve, um vinho jovem, fácil de se beber. Uma boa opção para quem procura um vinho descontraído. Seu rótulo tem uma ilustração de uma kombi.

- Saímos do Brasil e fomos para Portugal com o Conversa 2010, um vinho do Douro, vinho de entrada da vinícola Niepoort. Como todos os vinhos desta vinícola, este se mostrou muito equilibrado, bastante fruta em boca, muito bem feito. Este vinho tem um rótulo muito divertido, com uma história em quadrinhos. Bom vinho.

- Voltamos para a América do Sul, com o chileno Tabali Reserva Syrah 2010. Este vinho é sempre uma boa opção pelo que oferece em relação ao seu custo. Ele era importado pela Grand Cru, comprei a última garrafa que havia na loja. Não sei quem irá importar este vinho agora. Boca intensa, com frutas misturadas a notas de especiarias.

- O quarto vinho da noite foi o Plic Plic Plic... 2009, vinho que provei pela primeira vez faz pouco tempo. Mais um vinho de rótulo divertido e que desta vez se mostrou um pouco mais "nervoso"na boca, com taninos um pouco duros, que vão evoluir na garrafa. Vinho da região de Mallorca, pede uma comida para acompanhar.

- O quinto vinho da noite vale por dois: uma garrafa magnum do ótimo Palazzo della Torre 2008. Sempre quis levar uma garrafa magnum para alguma reunião entre amigos e desta vez consegui. Gosto muito deste produtor, Allegrini, e deste vinho: taninos redondos, leve notas adocicadas, ótimo final de boca. Um vinho muito interessante.

- Voltamos para a Espanha, com o ótimo Cepa Gavilán 2009, vinho da Ribeira del Duero. Este é um vinho muito bem feito, que se mantém consistente em diferentes safras. Vinho de bom corpo, taninos redondos e conjunto arredondado pela boa madeira usada. Bom vinho.

- O pessoal ainda estava com fôlego e fomos para o último vinho da noite, o EQ Syrah 2008, da vinícola Matetic.  Um vinho de muita personalidade e boa complexidade, com notas defumadas misturadas a algo vegetal. Vinho que merece ser decantado e provado com calma.

Mais um encontro divertido e que venham outros no segundo semestre.

Nenhum comentário: