8 de julho de 2013

Novas Gran Reserva / Garzón / Bouza Viñas Viejas / Tsarine / A.R.M.M. / Champagne Louise Brison

Nome: Novas Gran Reserva / Garzón / Bouza Viñas Viejas / Tsarine / A.R.M.M. / Champagne Louise Brison
Safra: 2011 / 2011 / 2011 / - / - / -
País: Chile / Uruguai / Uruguai / França / Brasil / França
Região: Valle de Colchagua / - / Montevideu / Champagne / - / Champagne
Produtor: Emiliana Organic Wineyards / Bodega Garzon / Bodega Bouza / Tsarine / projeto A.R.M.M. / Champagne Louise Brison
Importador: -

Uvas/Corte: Carmenère e Cabernet Sauvignon / - / Merlot e Tannat / 34% Chardonnay, 33% Pinot Meunier, 33% Pinot Noir / Mernet: Merlot, Cabernet e um "dash" de Tannat / -
Teor alcoólico: - / 14,7% / - / 12% / - / 12,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Cada casal levou um
Quando foi comprado: -
Degustado em: 15 de junho de 2013
Onde bebeu: Theo Medeiros, em Campinas
Harmonizado com: Pratos variados
Com quem: Claudio, RafaelaAlexandreVanessaCristiano, Valdirene, Daniel, Tatiana, Emerson e Anna

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Se na noite anterior havia sido divertido nosso encontro, neste almoço foi ainda mais, pois a Anna e o Emerson conseguiram participar. Havíamos nos encontrado há pouco tempo, quando eles nos visitaram aqui no Rio, e foi ótimo revê-los tão rápido. Com o grupo completo, tivemos um almoço bem animado nos fundos do restaurante Theo Medeiros. A comida estava bem saborosa e a parte feminina da mesa gostou mesmo foi dos espumantes. Os meninos fizeram altas discussões sobre as outras garrafas, mas nós tínhamos assuntos diferentes para tratar. Logo depois do almoço, seguimos diretamente para o aeroporto e voltamos já sentindo saudades de todos de Campinas. Espero que o próximo encontro não demore!
Nota: -

Comentário do Claudio
Rótulo: -
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Nossa passagem por Campinas foi rápida, mas mesmo assim conseguimos marcar mais um encontro antes de pegarmos nosso avião de volta ao Rio. Desta vez, foi um almoço no restaurante Theo Medeiros. Além dos presentes da noite anterior, neste almoço a Anna e o Emerson estavam presentes também. Muitos vinhos e poucas anotações, mas vamos aos destaques. Começamos com dois bons Champagnes. Depois abrimos 4 garrafas que bebemos de forma aleatória: 2 uruguaios, um chileno e um brasileiro. O top da vinícola Garzon é um vinho de boa estrutura, mas estava com a madeira muito presente na boca, em excesso. Acho que precisa mais um tempo em garrafa para ver se a madeira se integra melhor ao vinho. o A.R.M.M., do amigo Marcel Miwa, já comentado no blog, um vinho que achei que foi bem com a comida. O chileno Novas, um vinho orgânico corte de Cabernet Sauvignon e Carménerè, se mostrou bastante frutado, mas poderia ter um pouco mais de acidez e complexidade. Por último, um vinho da vinícola uruguaia que gosto muito, a Bouza. Um corte muito equilibrado de Merlot com Tannat, ótimo vinho. Do restaurante, fomos direto para o aeroporto para voltar para casa depois de um final de semana muito bacana.
Nota:

Nenhum comentário: