5 de julho de 2013

Noite italiana entre amigos no La Botella: Tellus - Syrah 2010 / Ser Gioveto - Toscana 2006

Nome: Tellus - Syrah 2010 / Ser Gioveto 2006
Safra: 2010  / 2006
País: Itália / Itália
Região: Lazio / Toscana
Produtor: Falesco / Rocca delle Macìe
Importador: Winebrands / Decanter

Uvas/Corte: 100 % Syrah / 10% Cabernet Sauvignon,10% Merlot e 80% Sangiovese
Teor alcoólico: 14% / 14,5%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: R$ 69 / R$ 158
Onde foi comprado: La Botella, no Rio
Quando foi comprado: 3 de junho de 2013
Degustado em: 3 de junho de 2013
Onde bebeu: La Botella, no Rio
Harmonizado com: Sanduíches e acepipes
Com quem: Claudio, Carlinhos, Miguel e Marcelo

Comentário do Produtor
Tellus - Dal colore intenso con riflessi violacei, al profumo si esalta per i suoi sentori di frutta fresca e di ciliegia con note speziate che si fondono con grande equilibrio ed eleganza a quelli di vaniglia e dolci dati dal legno. Al gusto è avvolgente, setoso, con tannini morbidi e finale ricco e persistente. l'immagine di Tellus è da sempre legata al mondo dell'arte. La sua etichetta, rivisitata con l'annata 2009, è infatti nata in occasione di un evento tenutosi a Castel Sant'Angelo a Roma, durante il quale un gruppo di artisti ha riportato su tela le impressioni di appassionati degustatori.
Ser Gioveto - Ser Gioveto was conceived in 1985 by Italo as a tribute to his son Sergio, who began working alongside him at the helm of the winery in that year. That said, the given name of this wine is also a reference to the archaic name of Sangiovese – 'Sangioveto' – which was the main grape chosen to make the new wine. 10% Cabernet Sauvignon and 10% Merlot are blended with the noble native vine to create a wine of great structure and character, produced from a selection of the winery's finest grapes. Aging in French oak barriques for 9-14 months enriches the wine's aromatic complexity with an enhanced sense of balance and elegance. Bright ruby-red in color, Ser Gioveto releases a warm, attractive aroma of black cherry, plum and blackcurrant syrup, followed by balsamic notes with a spicy finish of leather and sweet tobacco, and can hold its own with full-flavored dishes thanks to its assertive tannic note.

Comentário do Claudio
Rótulo: -
Exame visual: 
Exame olfativo:
Exame gustativo: Já tinha um tempo que não ia no La Botella, um pequeno e simpático Wine bar em Ipanema que gosto muito. Aproveitamos o nosso encontro mensal dos amigos da época de faculdade e marcamos ali. O primeiro vinho da noite foi um syrah italiano, da região de Lazio, sobre o qual já tinha ouvido falar muito bem, mas não tinha provado ainda. O primeiro destaque deste vinho fica com o formato diferenciado da garrafa, mais baixa e gordinha. O vinho me surpreendeu. Esperava um vinho mais parrudo, mas ele apresentou um corpo médio, taninos redondos, boa fruta, acidez correta e fácil de se beber e de se gostar. Boa surpresa. Depois deste vinho, o Carlinhos queria provar algo um pouco mais caro e acabamos por escolher outro vinho italiano, desta vez da Toscana, o Ser Gioveto. Um supertoscano de "entrada" da vinícola. Vinho com 7 anos de vida e em um ótimo momento para ser aberto. Muito agradável em boca, redondo e de perfil gastronômico. Boa complexidade e ótimo final de boca. Bom vinho. Com um belo prato de comida, vai crescer ainda mais. Noite agradável com dois bons vinhos italianos.
Nota: -

Nenhum comentário: