1 de maio de 2013

Viva a Malbec: Lagarde Primeras Viñas - 2009 #cbe #malbecworldday

Nome: Lagarde Primeras Viñas
Safra: 2009
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: Lagarde
Importador: Distribuidora Brasileira de Vinhos

Uvas/Corte: Malbec
Teor alcoólico: 14,7%
Rolha: Rosca
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente nos oferecido pelo Wines of Argentina
Quando foi comprado: -
Degustado em: 13 de abril de 2013
Onde bebeu: Em casa, no rio
Harmonizado com: Risoto feito em casa para acompanhar o ótimo ossobuco Voilà
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Este vinho é uma prova de que vinhos malbec podem ter várias personalidades. Este não é um típico malbec, mas ainda assim consegue ser bem saboroso - afirmo eu, uma admiradora dos malbecs bombadões. Ele foi muito bem com nosso risoto, feito com o pouco que havia na despensa. Para salvar havia ainda no congelador um pratinho de ossobuco Voilà (Salve, Emerson!). Na primeira taça do vinho havia bastante álcool, mas depois foi ficando menos forte e mais bem integrado. Vale provar. Obrigada, Wines of Argentina (Oi, Deco!) pela garrafa.
Nota: 89.0

Comentário do Claudio
Rótulo: Gosto do estilo deste rótulo simulando que foi escrito à mão em uma certa desorganização organizada. Agrega personalidade ao vinho.
Exame visual: Cor muito intensa e opaca, violeta.
Exame olfativo: Início com um pouco de álcool no nariz que foi desaparecendo com o tempo. Muitas notas intensas de especiarias, algo defumado e de pimenta preta.
Exame gustativo: Vinho bastante interessante. Dentro das ações de comemoração do Malbec World Day, recebemos este vinho da Wines of Argentina para ser o vinho do mês da Confraria Brasileira de Enoblogs. Foi uma boa ideia e ótima iniciativa para divulgação dos vinhos argentinos. Recentemente, tínhamos provado um vinho desta mesma vinícola, um Cabernet Franc de que gostei muito. Este Malbec tem muita personalidade, boa intensidade em boca sem ser frutado ou enjoativo. Notas apimentada e defumadas. Taninos vivos e leve adstringência que me faz acreditar que este vinho pode envelhecer bem e deve ficar muito interessante com mais alguns anos em garrafa. Não é daqueles Malbecs fáceis que encontramos aos montes, mas é um vinho mais sério, com personalidade e que eu realmente gostaria de provar com mais idade. Gostei do vinho e principalmente de seu potencial. Para harmonizar, comemos um delicioso ossobuco da Voilà Food e um risoto que fizemos na hora. Funcionou muito bem.
Nota: 89.0 +

Nenhum comentário: