17 de maio de 2013

Espumante no almoço em Uberlândia, branco e tintos no happy hour em São Paulo


Seis de abril de 2013, último dia em Uberlândia e voo de volta ao Rio programado para o início da tarde. A escala em São Paulo seria longa. Saímos para tomar café da manhã e na volta para o VPT Home, o Gil resolveu abrir um espumante. O escolhido foi o ótimo Cave Geisse Blanc de Noir. Já havia provado este espumante e mais uma vez comprovou-se toda sua qualidade. É um espumante elegante, equilibrado muito envolvente em boca com sua bela cremosidade e acidez na medida. Muito bem feito, e que vale provar. Já estava chegando a hora do almoço e resolvemos levar uma garrafa para o restaurante. Desta vez o escolhido foi o espumante Valmarino & Churchill. Outro espumante que provei em outras oportunidades e que gosto muito, mas tivemos uma surpresa ao abrir esta garrafa. O espumante estava muito marcado na madeira. Alguma coisa aconteceu em sua produção. Toda a complexidade e notas interessantes foram atropeladas pelo excesso de madeira. Uma pena! Saímos correndo para o aeroporto, pois já era hora do meu voo.
Como sabia que ficaria muito tempo em Congonhas, combinei com meu amigo Deco Rossi de nos encontrar para beber uma taça de vinho no Bardega, novo local de SP que vende vinhos em taça através das Enomatics. São 110 rótulos para você escolher. Ao chegarmos no local, o bar ainda não tinha aberto. Seguimos para o nosso plano B, o ótimo Empório Santa Maria, onde também há alguns vinhos vendidos em taça. Bebemos três taças de diferentes vinhos. O melhor foi um branco de Meursault, mas infelizmente não anotei o nome do produtor. Já era hora de voltar ao aeroporto para não perder o voo de volta ao Rio.
Foi um sábado muito agradável com a oportunidade de encontrar amigos, beber vinhos em dois estados diferentes.
Obrigado, Gil e Érika, por me receberem em Uberlândia, e ao Deco, pela companhia em São Paulo.

Nenhum comentário: