18 de abril de 2013

Jazz na vitrola para acompanhar Juan Carrau Merlot de Reserva - Merlot 2010 e Lagar de Robla - Mencia 2008

Nome: Juan Carrau Merlot de Reserva / Lagar de Robla
Safra: 2010 / 2008
País: Uruguai / Espanha
Região: Montevidéu / Castilla y Léon
Produtor: Bodegas Carrau / Vinos de Arganza
Importador: - / Wine

Uvas/Corte: Merlot / Mencia
Teor alcoólico: 13,5% / 14%
Rolha: Cortiça / Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente oferecido pelo Ricardo /  Clube W
Quando foi comprado: -
Degustado em: 2 de março de 2013
Onde bebeu: Casa do Mario, na Tijuca
Harmonizado com: Salada especial do Mario, queijos e pães
Com quem: Claudio, Rafaela, Mario, Henrique, Ana, Raquel, Ricardo, Tito e pais do Mario

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Estava há semanas, quiçá meses, combinando com o Mario umas aulas sobre jazz. Eu não sou muito fã do gênero e ele vive me dizendo que é porque não ouvi os discos certos. Bom, depois de muito combinar, acabamos marcando o encontro. Raquel e Ricardo foram juntos, levando o Tito. Foi ótimo, pois assim ele e o Henrique puderam se reencontrar. Deram-se muito bem, apesar da diferença de dois anos. Henrique é muito fofinho, mas meio arisco. Quer dizer, arisco mesmo é o Sasha, o gato do Mario, que me faz sentir mais do nunca a Felícia. Um dia ainda vou conseguir pegá-lo! Bom, pelo menos com o Henrique tudo deu mais certo. Depois de uma hora, ele já estava vindo para o nosso lado. A aula de jazz foi muito boa. Mario é um apaixonado. Ele nos mostrou a evolução, o que surgiu primeiro, de onde vieram as principais influências. Muita informação de qualidade. Eu fui gostando, gostando, gostando... até chegar ao momento em que tudo vira uma bagunça. Para o Mario, mais evoluído, este é o momento em que o jazz fica mais interessante. Fiquei pensando que deve ser como beber vinho. Você começa gostando dos mais fáceis, depois quer se aventurar por algo mais desafiador. Quem sabe um dia eu chego lá. Obrigada, Mario! Agora, precisamos marcar a segunda lição.
Nota: -

Comentário do Claudio
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Foi uma noite de vinhos e jazz. O Mario nos chamou para ouvirmos uma seleção de LPs de jazz da sua enorme coleção. O Ricardo e a Raquel também foram e levaram o primeiro vinho que bebemos na noite, o uruguaio Juan Carrau. Em geral, gosto muito dos vinhos uruguaios, acho que eles têm personalidade, buscam um estilo mais elegante e sempre temos boas surpresas com os vinhos de lá. Este Merlot estava bem interessante, de perfil bem elegante, taninos domados e bastante equilibrado. Bom vinho. Depois, partimos para um vinho que recebemos do Clube W. Este vinho veio junto com um outro vinho espanhol, que eu não havia curtido muito. É de uma uva pouco conhecida, a Mencia. Com boa intensidade em boca, bom equilíbrio, o vinho agradou e harmonizou bem com a seleção especial de jazz que o Mario nos preparou.
Nota: -

Nenhum comentário: