6 de janeiro de 2013

O merlot branco da Dúnamis


Quando: 03 de dezembro de 2012

Onde: SBAV Rio

Com quem: Claudio, Rafaela, Orestes, Julio, Angélica, Affonso e outros participantes da degustação

Vinhos degustados: Dunamis Ar Brut, Dunamis Pinot Grigio 2011, Ser 2011, Dunamis Merlot Branco 2011 e Merlot

Comentário da Rafaela
Fazia um bom tempo que não ia a uma degustação como esta. Nem me lembro, na verdade, quando participei de uma pela última vez. Os vinhos da Dúnamis, inclusive um merlot branco, foram apresentados pelo divertido Julio. Ele foi explicando sobre as características dos vinhos, os diferentes terroirs do Rio Grande do Sul. Além de degustarmos ótimos vinhos, também foi bom ouvir um sotaque tão parecido com o meu. Depois dali, fomos ao Entre Tapas.

Comentário do Claudio
No início de dezembro, fomos convidados a participar do evento "Curto Circuito Dúnamis 2012", no qual a grande novidade era a apresentação de um inovador Merlot vinificado em branco. A apresentação foi conduzida pelo então Diretor executivo da empresa, o Julio Kunz. A Dúnamis é uma vinícola novata, com vinhedos em Dom Pedrito, na Campanha Gaúcha, que tem uma proposta interessante e diferente em relação aos seus vinhos e como interagir com o mercado consumidor. Dentro deste perfil jovem e inquieto da empresa, seu último lançamento é o Merlot branco, um dos pouquíssimos existentes no Mundo. Começamos a noite provando o bom e refrescante espumante AR Brut. As uvas dos espumantes são da Serra Gaúcha. Já havia provado este espumante antes e ele se confirmou muito agradável. Na sequência, provamos dois vinhos brancos da vinícola: um Pinot Grigio, que também havia provado antes de seu lançamento, um vinho que na minha opinião cresce com alguma comida, frutos do mar, por exemplo; e provamos também o Ser, um corte também incomum de Sauvignon Blanc e Chardonnay, com boa presença em boca. Os dois vinhos provados em seguida foram os dois Merlots, o tinto e o vinificado em Branco. Achei o branco muito interessante, um vinho diferente em boca, que não remete a um Merlot tinto, que tem personalidade própria, difere de outros brancos provados, alguma leve doçura em seu final. Provamos o tinto e deu para perceber que são vinhos com muitas diferenças em boca. Foi uma experiência interessante. Este caráter inovador da Dúnamis é bem interessante. Apesar de novata, ela já conseguiu fazer um barulho no mercado, com vinhos diferentes, interessantes e que com certeza vão evoluir ainda mais em qualidade. Vale ficar de olho e provar.

Nenhum comentário: