31 de agosto de 2012

Adolfo Lona Demi Sec

Nome: Adolfo Lona Demi Sec
Safra: -
País: Brasil
Região: Garibaldi
Produtor: Adolfo Lona

Uvas/Corte: Moscatel
Teor alcoólico: -
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: -
Onde foi comprado: Gentilmente me presenteado pelo seu Adolfo quando visitamos a vinícola em dezembro de 2011
Quando foi comprado: Dezembro de 2011
Degustado em: 1 de agosto de 2012
Onde Bebeu: Em casa
Harmonizado com: Comida thai
Com quem: Rafaela e Marie

Comentário do Produtor
A necessidade de atender o amplo mercado de apreciadores de espumantes mais amáveis, com moderados teores de açúcar, fez com que Adolfo Lona desenvolvesse o DEMI, elaborado exclusivamente com a variedade Moscatel produzida na Serra Gaúcha. Esta variedade originária do norte da Itália e perfeitamente adaptada às condições de clima e solo brasileiros desde a década de sessenta é utilizada com êxito nos espumantes doces aromáticos. Com essa uva se elabora no país de origem o famoso espumante Asti e no Brasil o conhecido Espumante Moscatel. A proposta é oferecer ao mercado um produto diferenciado, com teor de álcool de 12%, semelhante aos espumantes tradicionais e conteúdo de açúcar de 25 gramas por litro, que o enquadra como demi-sec, na faixa de 20 a 60 gramas de açúcar por litro. O método utilizado para a tomada de espuma é o Charmat (ou grandes recipientes), que possibilita com seu curto tempo de duração preservar e destacar os aromas primários da uva. O resultado é um espumante fresco, jovem, alegre, de pérlage intenso e persistente, com cores pálidas e aromas marcantes da uva que o gerou, por isso extremamente aromático, com sabor amável e ligeiros toques doces. A limitada quantidade total de açúcares contida nesse espumante o transformam num excelente companheiro de momentos descontraídos fora das refeições,como aperitivo e também acompanhando pratos frios e quentes à base de carnes brancas e peixes. Deve ser servido bem frio, a temperaturas próximas aos 5ºC, que se consegue colocando a garrafa num balde com gelo durante 45 minutos.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Claudio saiu para encontrar com os amigos da faculdade e eu aproveitei para colocar a conversa em dia com minha amiga Marie. Pedimos uma ótima comida thai e abrimos este espumante para acompanhar.  Marie, como boa francesa, não gosta de bebidas doces, mas ou disfarçou ou gostou deste. Não é exatamente doce, mas não tem a austeridade de um brut. Eu, particularmente, gosto muito. Doce na medida certa. Esta garrafa veio de Garibaldi. No final do ano, visitamos a vinícola e quando tentei comprar uma garrafa, seu Adolfo disse que eu levaria uma de presente. Fiquei superconstrangida, mas, no fundo, aceitei feliz. Claudio prefere outros do seu Adolfo. Então, achei que esta seria uma boa oportunidade para provar o meu espumante.
Nota: 90.0

Nenhum comentário: