29 de julho de 2012

Alto de la Ballena Reserva - Cabernet Franc 2007

Nome: Alto de la Ballena
Safra: 2007
País: Uruguai
Região: Maldonado
Produtor: Alto de la Ballena

Uvas/Corte: Cabernet Franc 100%
Teor alcoólico: 14%
Rolha: Cortiça com logomarca gravada
Numeração da garrafa: - / 2.600
Preço: Gentilmente presenteado pelo Alvaro dono da vinícola.
Onde foi comprado: Na vinícola, no Uruguai
Quando foi comprado: 3 de janeiro de 2012
Degustado em: 04 de junho de 2012
Onde Bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Bruschettas
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Se cosechó la uva en su momento óptimo de madurez, cosecha manual en cajas de 15 kg.
Se realizó una maceración pre fermentativa en frio de dos días y luego se sembraron levaduras para la fermentación. Una vez terminada se realizó una maceración post fermentativa para extraer todos los componentes de la uva; luego del prensado se sembraron bacterias lácticas para la fermentación maloláctica. A continuación el vino pasó a barricas de roble francés donde se realizó una crianza por 14 meses.
Fue embotellado preservando sus cualidades naturales por lo que se puede encontrar sedimento.
Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Achei este vinho bem gostoso, mas mais complicadinho de se gostar à primeira vista. É preciso ir se acostumando com ele aos poucos, para poder apreciá-lo direito. Já nossas bruschettas estavam bem descomplicadas de se gostar.
Nota: 89.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Toda a programação visual da vinícola é muito equilibrada e bem feita. Destaque para o detalhe para o rabo da baleia no rótulo.
Exame visual: Grená, vivo e transparente.
Exame olfativo: Início com um pouco de álcool, que desaparece com o tempo, bem vivo com notas de frutas misturadas com caramelo, provavelmente vindo da barrica. Um vinho muito perfumado.
Exame gustativo: Ganhamos este vinho do dono da vinícola, Alvaro Lorenzo, durante nossa visita ao Uruguai. Ele havia comentado que eu iria gostar deste vinho. Bastante intenso em boca. Em seu primeiro ataque, notas de frutas, que passa para algo vegetal no final. Boa expressão da cepa. Ainda pode evoluir mais um pouco na garrafa. De estilo moderno como os outros vinhos da vinícola, a madeira aparece bem integrada neste Cabernet Franc. Depois de um tempo na taça ele evolui e muda um pouco aparecendo alguma coisa achocolatada em boca. Um bom vinho e vale ficar de olho na evolução dos vinhos desta vinícola.
Nota: 87,0+

Um comentário:

rodrigo mazzei disse...

Eu conheci este vinho recentemente, numa viagem ao Uruguai, e avaliação feita no blog está muito próxima da que eu fiz.
Estou postando uma série sobre vinhos uruguaios no meu blog. Se tiver sugestões, por favor, as remeta.
Abraços, Rodrigo
www.vinhoseviagens.com.br