8 de dezembro de 2010

Santa Colina Reserva - Tannat 2006


Nome: Santa Colina Reserva
Safra: 2006
País: Brasil
Região: Santa do Livramento / Campanha
Produtor: Vinícola Aliança
Site: http://www.vinhos-alianca.com.br/web/default.asp
Importador: -

Uvas/Corte: Tannat 100%
Teor alcoólico: 14%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: 1.436/3.300
Preço: R$ 32
Onde foi comprado: Tumelero Bebidas, em Caxias do Sul
Quando foi comprado: 10 de julho de 2010
Degustado em: 30 de setembro de 2010
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Carne de soja assada e arroz de cenoura e milho
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Elaborado com uvas selecionadas originárias de vinhedos orientados para uma produção mínima, fator que permite obter o potencial máximo da variedade. Envelhecido em barris de carvalho francês, por um período de 12 meses, de coloração vermelho rubi intensa, denso, aroma que lembra baunilha, cassis, cacau e café. No paladar é equilibrado entre acidez, álcool e taninos. Pode ser considerado um vinho de guarda.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Forte, denso, encorpado. Confesso que tinha um leve preconceito com a Aliança, por ser uma vinícola onde os guias levam os turistas, mas fiquei bem impressionada com este Santa Colina. É um 14% potencializado, mas muito bom. Gostei muito e recomendo. Falando em recomendação, ele foi uma recomandação do vendedor da Tumelero Bebidas, lá de Caxias do Sul. Quando ele me recomendar outro, vou aceitar. Boa escolha.
Nota: 90.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Rótulo bem equilibrado, dividido em duas partes com uso de preto, branco e dourado.
Exame visual: Muito escuro e denso
Exame olfativo: Início fechado, abriu com o tempo pra algo como doce de frutas escuras, leve baunilha e intenso cassis
Exame gustativo: Grata surpresa este Tannat. Vinho muito bem feito, com muito corpo e estrutura. Vinho que aguenta mais alguns anos na garrafa. Na boca boa tipicidade da Tannat, com taninos firmes e presentes. Ideal decantar por algun tempo antes de servir. Paladar segue para frutas bem maduras, com perfil de vinho moderno. É sem dúvida um vinho potente na boca. Mostrou muita evolução na taça. Realmente nos impressionou. Fiquei com vontade conseguir uma outra garrafa para guardar por mais uns dois anos e ver como ele se comporta. Fique de olho neste vinho.
Nota: 88.0-89.0

Nenhum comentário: