3 de outubro de 2010

Graffigna Malbec 2007


Nome: Graffigna
Safra: 2007
País: Argentina
Região: San Juan
Produtor: Bodegas Y Viñedos Santiago Graffina Ltda
Site: www.graffignawines.com
Importador: -

Uvas/Corte: Malbec 100%
Teor alcoólico: 14%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: Oferecido pela TAM
Onde foi comprado: -
Quando foi comprado: -
Degustado em: 25 de agosto de 2010
Onde bebeu: No voo Rio-Paris
Harmonizado com: Frango
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Intenso violeta al púrpura. Especiado, frutos secos y rojos
Taninos integrados, complejo al final con notas a vainilla y tostado
Carnes rojas, guisos y comidas fuertes

Comentário da Rafaela
Exame visual: Violeta.
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Eu apenas provei o vinho. Acho que nunca pedi uma tacinha de vinho durante um voo. Depois de um dia de muita correria, para terminar tudo que precisava ser feito antes da nossa viagem de férias, finalmente era hora de respirar aliviado, pois finalmente estavam começando dias de descanso e nada de muito sério para se fazer, só passear, comer bem, beber bons vinhos... Quanto mais velha eu fico, mais medo de viajar de avião eu tenho. Sei lá se tem a ver com o ato de viajar de avião ou pelo fato de que quanto mais velhos ficamos, mais nos damos conta de nossa finitude. Durante o voo aproveite para ver um filme que queria ver há tempos, mas não tinha conseguido: "The Ghost-writer". Bem feito, gostei. Também filmes com Ewan McGregor são bem fáceis de me agradar. Assisti outro filme, mas meio bomba, "Quando em Roma". Bem bobo, até para alguém como eu, que adora comédias românticas. A viagem passou rápida. E logo chegamos ao nosso primeiro destino: Paris!
Nota: -

Comentário do Claudio
Rótulo:
-
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Última vez que havia viajado para Paris, fui de Air France. Na Air France, os vinhos servidos são garrafinhas de 187ml, de vinhos franceses, o que é ideal para já ir entrando no clima da viagem. Desta vez, fomos de TAM e, para dar início as férias, pedi este Malbec argentino para acompanhar o jantar servido a bordo. Vinho bem feito, com aquele perfil dos malbecs argentinos: intenso, frutado, sem grandes novidades. Valeu para marcar o início da viagem.
Nota: -

Nenhum comentário: