14 de junho de 2010

Dom Rafael 2007 / Norton Reserva 2005 / Salton Moscatel


Nome: Dom Rafael / Norton Reserva / Salton Moscatel
Safra: 2007 / 2005 / -
País: Portugal / Argentina / Brasil
Região: Alentejo / Mendoza / Vale dos Vinhedos
Produtor: Herdade do Mouchão / Bodegas Norton / Salton
Site: www.mouchaowine.pt / www.norton.com.ar / www.salton.com
Importador: Adega Alentejana / Decanter / -

Uvas/Corte: Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet / Malbec / Moscatel
Teor alcoólico: 14% / 14% / 7,5%
Rolha: Cortiça / Cortiça / Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: Presenteado ao Claudio pelo Marcelo / Gentilmente oferecido pelo Marcelo / Comprado pela Carol
Onde foi comprado: Castelo do Vinho, no Rio / Buenos Aires / -
Quando foi comprado: novembro de 2009 / fevereiro de 2010 / maio de 2010
Degustado em: 29 de maio de 2010
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Salada Rafaela, Quiche de cebola e paçoca de pinhão
Com quem: Claudio, Rafaela, Miguel, Paula, Marcelo e Carol

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Neste ano ainda não tínhamos conseguido fazer um jantar aqui em casa. Em janeiro, no aniversário do Miguel, combinamos vários encontros, mas no final, cada um acabou se envolvendo em projetos pessoais - apartamento novo, casamento, filhos, mestrado... - e as atividades ficaram em segundo plano. Como Marcelo havia comprado esse Norton para ser bebido por ele, Miguel e Claudio, estávamos há um tempão tentando marcar esse jantar. Finalmente, deu certo, mesmo sem a presença do Ricardo e da Raquel. Foi uma noite muito agradável e engraçada. Na minha opinião bem modesta, estava tudo bom, a comida, a bebida, as companhias. Adorei. Os vinhos não decepcionaram. Foi a primeira vez que abrimos uma garrafa magnum. Carol, que "não quis desperdiçar os vinhos", trouxe um espumante e se deliciou com ele. :)
Nota: -

Comentário do Claudio
Rótulo:
-
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Este encontro foi marcado para degustarmos o Norton Reserva Malbec que o Marcelo trouxe da Argentina. Este vinho tem um significado especial, pois a safra 2002 foi um dos primeiros vinhos que degustamos juntos. Aproveitamos para iniciar a noite com uma outra garrafa que ganhei de aniversário do Marcelo: o Dom Rafael magnum. Foi um vinho que agradou, corpo médio, bem acabado. Evoluiu um pouco na taça. Não é um vinho tão complexo, mas fácil de beber. Ótimo opção. Seguimos para o Norton. Esta safra não estava tão marcante quanto a de 2002. Foi um bom vinho, mas não surpreendeu. A noite foi muito agradável.
Nota: -

Nenhum comentário: