16 de maio de 2010

Armador Cab. Sauv. 2006 - Catena Cab. Sauv. 2007 - Cordillera 2006


Nome: Armador - Catena - Cordillera
Safra: 2006 - 2007 - 2006
País: Chile - Argentina - Chile
Região: Vale del Maipo - Mendoza - Valle Central
Produtor: Odfjell - Bodega Catena Zapata - Miguel Torres
Site: http://www.odfjellvineyards.cl/ http://www.catenawines.com/ - http://www.migueltorreschile.com/
Importador: World Wine - Mistral - Reloco

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon 100% - Cabernet Sauvignon 100% - Cariñena 54%, Merlot 24% e Shiraz 22%
Teor alcoólico: 14% - 13,5% - 14,5%
Rolha: As três de cortiça, tamanho médio.
Numeração da garrafa: -
Preço: R$ 49 - R$ 60 - R$ 89
Onde foi comprado: La Botella, em Ipanema, no Rio
Quando foi comprado: 3 de maio de 2010
Degustado em: 3 de maio de 2010
Onde bebeu: La Botella, em Ipanema, no Rio
Harmonizado com: Queijos, Parma, pães
Com quem: Claudio, Miguel, Marcelo e Ricardo

Comentário do Produtor
Su color rubí está rodeado por un aura violeta. Siguiendo con las características de las vendimias anteriores, hay aromas anisados, vainilla, ciruelas, higos, arándanos y las típicas notas de regaliz del terroir de Odfjell. La faceta distintiva es el paladar; la vendimia 2005 es más fuerte, más concentrada y más rica que años anteriores. El vino crece y evoluciona en el paladar siendo jugoso y fresco al mismo tiempo. Sabores a frutas y taninos maduros persistentes en boca.

Entre dos países, entre dos culturas, las montañas de la Cordillera marcan la frontera chileno-argentina, símbolo muy presente en todas las viñas chilenas.El "assemblage" de este vino reúne las excelencias de sus variedades. Las viejas cepas de Cariñena de los altos valles de la cordillera andina, producen cosechas limitadas pero extraordinariamente concentradas, intensas, convertidas en fruta madura y puro terciopelo.

Comentário do Claudio
Rótulo:
-
Exame visual: -
Exame olfativo: Três bons vinhos em uma noite bastante agradável no La Botella. Iniciamos a noite com o sempre correto Armador. É um vinho mito bem feito, bastante redondo, e um bom equilibrio com notas de café e leves toques vegetais. Um vinho fácil de se gostar. Não mostrou muita evolução em boca. Passamos para um Catena Cabernet Sauvignon. Os últimos vinhos da Catena que degustei senti uma leve mudança de estilo, deixando um pouco de lado a fruta em excesso e madeira. Este Cabernet Sauvignon não apresentou isto. É um bom vinho, boa estrutura, mas para o meu paladar sobrou um pouco de fruta, poderia ter um pouco mais de elegância. Por último seguimos para o Cordillera, vinho de boa estrutura feito de um corte pouco comum e com um resultado bastante interessante. Vinho que ainda pode evoluir e que pode acompanhar muito bem um prato com estrutura. Um vinho que vale provar novamente.
Nota: 88.0; 87.0; 89.0

Nenhum comentário: