20 de abril de 2010

Pergunta da Semana - 165

Toda quarta-feira, publicamos aqui uma pergunta relacionada ao mundo do vinho para saber mais sobre os seus hábitos e gostos. Porque na terça-feira, nos encontramos com americanos, nesta semana o Le Vin au Blog quer saber:

- Os vinhos americanos não são muito fáceis de se encontrar no Brasil, mas cada vez mais novas importadoras estão prestando atenção nos vinhos americano. Você costuma beber vinhos americanos? Além dos vinhos da Califórnia, você já provou algum de outra região, como Washington, Oregon ou Virginia?

4 comentários:

espressa-mente! disse...

Ano passado é que descobri e provei vinhos produzidos em Washington...interessantes em sabor, em preço e com rotulos divertidissimos!

leo e joffre disse...

Particularmente temos algumas restrições preconceituosas com vinhos norte americanos.. talvez por causa de latitude ou tradição mesmo... mas são barreiras a serem quebradas ainda! Ótimos vinhos do mundo inteiro são encontrados por valores MUITO em conta em Maiami, por exemplo. Mas a produção norte americana ainda não "aguou a boca".

marcos nunes disse...

Bebi um Pinot Noir do Oregon muito bom, e tenho dois californianos em minha adega. Como antiamericano não sectário, separo o que nos EUA pode existir de bom (pouco) daquilo que há de ruim (muito), mantendo meu parecer dos últimos 30 anos - os EUA representam o que há de pior no mundo, politicamente, ideologicamente, humanamente, intelectualmente, e etceteramente, mas pode também produzir bons vinhos, bons livros, boa música e abrigar boas pessoas.

Anônimo disse...

Sou um apaixonado por vinhos californianos, que foram há muitos anos atrás a minha porta de entrada no mundo dos vinhos.
Os EEUU produzem vinhos excepcionais, bem como vinhos horrorosos (exemplo, em regra os da AVA Central Coast).
Acabo de voltar de lá e trouxe onze gfas de vinhos californianos de primeira, como o Chateau Montelena Cabernet Saugivnon e o Stags Leaps Fay entre outros.
Bebi vários vinhos nessa última visita, inclusive de Washington, além de excelentes italianos, franceses e um surpreendente candense tinto. Os preços são incríveis, sejam dos norte-americanos, sejam os de outros países.
Carlos Reis