4 de fevereiro de 2010

Núbio - Sauvignon Blanc 2008


Nome: Núbio
Safra: 2008
País: Brasil
Região: São Joaquim
Produtor: Sanjo - Coop. Agrícola de São Joaquim
Site: http://www.sanjo.com.br/
Importador: -

Uvas/Corte: Sauvignon Blanc 100%
Teor alcoólico: 14%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: 3.296/8.000
Preço: R$ 35,00
Onde foi comprado: Direto da vinícola
Quando foi comprado: julho de 2009
Degustado em: 16 de janeiro de 2010
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Paella do Botequim Informal
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela

Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Não sei, talvez eu não goste tanto assim de sauvignon blanc. Apesar de já ter provado vinhos que me marcaram no passado. Esse, porém, apesar de parecer muito bem feito, não me ganhou. Ele é bom, não é aguado, ao contrário, tem forte personalidade, acho que somente não é meu estilo. Quanto à paella do Botequim Informal, que estava em nossa lista de 'aventuras' de verão, deixou muito a desejar. Parece que faltava tempero. Era um mero arroz com frutos do mar. Não repetiremos a experiência de comprar duas porções para trazer para casa.
Nota: 87.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Rótulo que precisa de um redesenho.
Exame visual: Amarelo claro e leve
Exame olfativo: Nariz suave com toques verdes e de maracujá.
Exame gustativo: Este foi um vinho muito comentado pela internet. Muitos escreveram que seria um dos melhores Sauvignon Blancs do Brasil. É um vinho com personalidade forte e sabores bem marcados. Na boca notas bem presentes de pimentão verde e maracujá. Sabor intenso, encorpado e com uma certa cremosidade. Final com notas de pimenta e algo mineral com boa permanência. Ele não é tão fresco e não é daqueles Sauvignon que a acidez é marcante, ele busca um outro caminho que faz deste vinho catarinense bem interessante. Não sei se o paladar agradará à todos, mas com certeza é um vinho de presença. Funcionou com a paella (que não estava das melhores). Vamos ter que procurar uma outra paella para provar.
Nota: 88.0

Nenhum comentário: