14 de fevereiro de 2010

Chateau de la Tuilerie - Vieilles Vignes Syrah 2006


Nome: Chateau de la Tuilerie
Safra: 2006
País: França
Região: Costieres de Nimes
Produtor: Chateau de La Tuilerie
Site: www.chateautuelerie.com
Importador: Mistral

Uvas/Corte: 80 % Syrah, 20 % Grenache
Teor alcoólico: 14%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: R$ 74, gentilmente presenteado por Regina Helena
Onde foi comprado: Mistral, no Rio
Quando foi comprado: 17 de dezembro de 2009
Degustado em: 6 de fevereiro de 2010
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Palia e fieno da Ettore, na Barra, com molho de tomate do Sitio Humaytá, de Secretário
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Belle couleur Rubis très brillante. Nez de cerises noires, fruité, flatteur. Vanille, épices douces (poivre), chocolat, notes de viennoiserie. En bouche, on retrouve une belle architecture avec des notes boisées, des tanins poudrés : harmonie entre la structure et le fruit. Très longue persistance. Prêt à boire mais pourra vieillir avec beaucoup d’élégance.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Este vinho guarda o doce de uma frutinha doce seguido por sabor de pimenta. Um gosto um tanto ardido na boca depois de engolido o líquido. É uma sensação estranha. Enquanto está na boca, você quase não sente gosto de nada, mas quando engole, sua boca é invadida por esse sabor, um tanto ardido. Apesar de ser diferente do eu gosto ou estou acostumada a degustar - um vinho diferente, mais velho mundo -, foi bem agradável prová-lo.
Nota: 89.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Cinza escuro de pouco destaque para este vinho. Poderia ser melhor.
Exame visual: violeta indo para o grená
Exame olfativo: -
Exame gustativo: É bom provar um syrah do velho mundo. Vinho bem feito e agradável, com notas peculiares de vinho francês. Corpo médio, início de boca com algo levemente doce, como cereja madura, mas o vinho realmente mostra ao que veio no final de boca com notas de especiarias e pimenta preta. Vinho que pede água, seca a boca. Com o tempo no decanter ele amacia e fica mais leve. É um vinho que está interessante para beber agora e vai ficar bom em 2 anos. Gosto do estilo. Vinho feito de vinhas velhas, com mais de 40 anos, que sempre acho interessante provar. Um bom vinho.
Nota: 88.0+

Nenhum comentário: