25 de janeiro de 2010

Qaramy Finca - 2005


Nome: Qaramy Finca
Safra: 2005
País: Argentina
Região: Tunuyán, Mendoza
Produtor: Bodega Viña Qaramy
Site: www.qaramy.com
Importador: -

Uvas/Corte: Malbec 61%, Cabernet Sauvignon 23% e Syrah 16%
Teor alcoólico: 15%
Rolha: Cortiça
Numeração da garrafa: -
Preço: 45 pesos
Onde foi comprado: The Vines, em Mendoza, Argentina
Quando foi comprado: 19 de dezembro de 2009
Degustado em: 11 de janeiro de 2010
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Pizza Resende
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
TASTING NOTES: Inky jet black with dark garnet hues and like a beautiful concierto, this concentrated wine exudes complexity, fortitude and passion. Complex boysenberry, coffee, blueberry and leather aromas integrate intimately with the smooth, lush plum, leather, red cranberry, cinnamon and dulce de leche flavors. A lingering finish of vibrant tannins and brilliant spices complete this harmonious experience.

Comentário da Rafaela
Exame visual: A cor mais normal de se ver em um vinho tinto: rubi
Exame olfativo: Coça o nariz, cereja, depois, incenso.
Exame gustativo: Este é um dos últimos vinhos trazidos de Mendoza que ainda restavam na adega. É um vinho adorável. Gostoso, com gosto de cereja de chuchu - algo que eu adoro. :) Lembra cobertura de morango. Apesar de qualquer um já estar achando que se trata de um vinho enjoativo, essa é uma impressão falta. O vinho é, na verdade, elegante, intenso e apresenta um quê de especiarias. Vale muito, mas muito mesmo, ser provado.
Nota: 90.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Simples, moderno e marcante. Belo estilo.
Exame visual:Rubi límpido, não muito escuro.
Exame olfativo: Início fechado e após decantação abriu para algo como doce de ameixa e cereja misturado com alguma coisa de embutido.
Exame gustativo: Belo vinho argentino. Um blend de 3 uvas, e que nem de perto aparenta ter os 15% de álcool divulgado no rótulo. Vinho que foge um pouco da monotonia da grande maioria de vinhos da Argentina, sem madeira aparente, sem excesso de fruta. Uma bela mistura de intensidade de sabor com elegância e um pouco de complexidade. na boca algo com cereja e final tendendo para o doce. Podia ter um final mais longo. É agradável e com personalidade. Fica a dica para quem quer provar um vinho Argentino que não encontramos por aqui.
Nota: 90.0

Nenhum comentário: