5 de janeiro de 2010

Porca de Murça - 2008



Nome: Porca de Murça
Safra: 2008
País: Portugal
Região: Douro
Produtor: Real Companhia Velha
Site: http://www.realcompanhiavelna.pt/
Importador: Barrinhas

Uvas/Corte: Viosinho, Gouveio, Moscatel, Arinto e Fernão Pires
Teor alcoólico: 12,5%
Rolha: Cortiça aglomerada
Numeração da garrafa: -
Preço: R$ 19,85
Onde foi comprado: Zona Sul Botafogo, no Rio de Janeiro
Quando foi comprado: 30 de dezembro de 2009
Degustado em: 2 de janeiro de 2010
Onde bebeu: Na varanda de casa, no Rio
Harmonizado com: Peixe com salada Julia (Rafaela), peixe com salada maxmix (Claudio)
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
O Porca de Murça 2005 tem uma bela cor citrina. Complexo e com grande intensidade aromática. Sugestões de aromas florais e de frutos brancos caracterizam este vinho, algo encorpado e com uma boa acidez. Na prova realçam-se sabores limonados.

Comentário da Rafaela
Exame visual: Clarinho, amarelo bem claro.
Exame olfativo: Difícil de identificar algo.
Exame gustativo: Sempre via este vinho no Zona Sul e sempre pensava que um dia iria prová-lo. Fiquei feliz quando foi escolhido como vinho do mês. Pois bem, escolhemos um belo dia de sol para prová-lo. Depois de uma ida à praia, voltamos para casa, cada um de nós preparou uma salada a gosto, Claudio colocou um peixe no forno. Estava pronto nosso almoço para ser degustado junto com o vinho na varanda. E assim foi. Fantástico. O vinho é levemente amargo. Eu sou mais de vinhos brancos adocicados. Ficou melhor mais gelado. Não harmonizou tão bem com a comida. De qualquer modo, isso não tira o brilho do almoço muito bacana, na varanda, com uma brisa fresquinha e vista do Morro da Urca e, parcial, do Pão de Açúcar. Apesar de levinho, achei que o vinho embebeda.
Nota: 87.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Simples e equilibrado. Poderia ter um pouco mais de destaque.
Exame visual: Bem clarinho, sem destaque.
Exame olfativo: Um mix de abacaxi, maçã e uvas verdes
Exame gustativo: Há dois meses não conseguíamos participar da Confraria por não ter achado o vinho aqui no Rio. Este português foi bem fácil de encontrar no supermercado Zona Sul. O importador é aqui do Rio. Resolvemos degustar este vinho no final de um belíssimo dia de sol. Depois da praia, preparamos umas saladas e o peixe e fomos aproveitar o belo céu azul e o sol do final de tarde e almoçamos na varanda. Acho que a harmonização com este clima foi a melhor parte do vinho. Leve, acidez marcada e um pouco de gás carbônico aparecendo no início. Na boca, notas de abacaxi e um final curto com algo mais cítrico. Depois de um tempo aberto ganhou uma certa cremosidade. É um vinho simples, mas que não compromete.
Nota: 85.0 - 86.0

Nenhum comentário: