12 de maio de 2009

Carmelo Patti - Cabernet Sauvignon 2003


Nome: Carmelo Patti
Safra: 2003
País: Argentina
Região: Lujan de Cuyo
Produtor: Bodegas y Vinedos El Lagar S.R.L.
Site: -
Importador: -

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon 100%
Teor alcoólico: 14%
Rolha:De cortiça, tamano médio e com logomarca gravada.
Numeração da garrafa: - / 38.622
Preço: 65 pesos argentinos
Onde foi comprado: Vinoteca, Mendoza
Quando foi comprado: 19 de dezembro de 2008
Degustado em: 21 de abril de 2009
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Pão do Zona Sul com azeite trufado que ganhamos da Nina e do Marcel e risotto de arroz integral com cenoura e cogumelos
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Color: Muy bello por su intensidad, rojo muy profundo con reflejos rojo fuego, buen brillo, es atractivo por su personalidad.
Aroma: Elegante, muy intenso, impresiona por su penentrante matiz, complejo, vainilla de buena madera (Roble francés), buena tipicidad, es un excelente vino destinado a larga guarda.
Paladar: Muy complejo, especiado, sabroso, largo final, armónico y equilibrado, con más tiempo de botella, este vino vigoroso y corpulento, será magnífico. CO.

Comentário da Rafaela
Exame visual: Translúcido, grená, bem limpo.
Exame olfativo: Cheiro de açougue.
Exame gustativo: Quando estive em Mendoza no final do ano passado, sempre que eu perguntava a alguém uma recomendação de vinho, ouvia: "experimenta o Carmelo Patti". Acabei comprando uma garrafa para trazer para casa. E valeu a pena. Trata-se de um vinho elegante. Não se sente os 14% de álcool, leve na boca, apesar de ter um paladar intenso. Na minha opinião, harmonizou melhor com os pães do que com a comida em si. Uma ótima compra. Gostaria de registrar aqui um comentário sobre o pão do Zona Sul. Eles fazem um pão, com formato de uma baguette, que vale ser provado, é muito bom, com uma composição diferente do pão francês. Sempre faz sucesso com as visitas.
Nota: 90.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Estilo antigo e não muito atraente. Mas o estilo "old school", combina com o vinho.
Exame visual: Límpido, grená.
Exame olfativo: Fechado no início. Depois que se abra passa a ser instigante, com defumado, carne, embutidos e toques de couro. Interessante.
Exame gustativo: Vinho argentino com estilo diferente da grande maioria de vinhos argentinos. Vinho do estilo velho mundo, estilo próprio, com personalidade. Prima pela elegência. Sabor l´mpido que com tempo no decanter foi se abrindo , aparecendo frutas em seu final, ficando mais intenso. Equilibrado, álcool integrado, perfil gastronômico. Um estilo que gosto bastante. Ba acidez e com capacidade de envelhecer por mais alguns anos. Um bom vinho e gostaria de conhecer os outros rótulos deste produtor. Recomendo.
Nota: 90.0

5 comentários:

Anônimo disse...

Carmello Patti é excelente mesmo!
Ganhei uma caixa de 12 há alguns anos atrás, da safra 2000, do meu tio que morava em Buenos Aires. Era incrível.
Provei há pouco na Argentina o Malbec, safra 2003, se não me engano, e adorei.
Era importado anos atrás pela G. Cru, custando 75 pratas. Agora é importado por outra importadora que não me lembro e custa 115 reais. Ou seja, como sempre em termo de Brasil, um roubo.
Carlos Reis

Vitor disse...

Caríssimos,

Consegui comprar 02 garrafas a R$ 25,20 ontem, em Puerto Iguazu/ARG. Eram as últimas da loja. Um "negoção".

Destaco q o vinho está em promoção no Brasil, direto na importadora Vinum (www.vinum.com.br), a R$ 58,80.

Eles têm tb o Gran Assemblage 2002, top da vinícola, na faixa dos R$ 70,00 (na promoção da importadora, R$ 169,80). Vcs já ouviram falar do vinho? Voltarei lá no sábado e tô de olho nesse corte.

Abraço.

Le Vin au Blog disse...

Vitor,

Não conheço este rótulo específico, mas eu arriscaria comprar por tudo que se é falado sobre este produtor. Gostamos bastante deste Cabernet e realmente quero provar outros...
Quando adega esvaziar por aqui, acho que vale pegar uma passagem promocional da Gol e ir até´Foz comprar algumas garrafas...o preço está muito bom! Quando puder, cite outros exemplos de bons vinhos por bons preços.

Abs.,

Vitor disse...

Caríssimos,

Embora não seja este o melhor espaço pro comentário, como o assunto é "descontão", vejam essa.

Fiz minhas comprinhas básicas em Puerto Iguazu no sábado (13/06) e já estava voltando pro Brasil, quando resolvi dar uma passada no Salame Maluco. É uma loja de petiscos (vinhos, embutidos, pêssegos, azeites, azeitonas, doces) numa área muito badalada da cidade, então seus preços não são os melhores.

Qual a minha surpresa quando encontro duas garrafas de CATENA ZAPATA MALBEC ARGENTINO 2005 POR $ 200,00 (ISSO MESMO: DUZENTOS PESOS). A linha Single Vineyard da DV Catena tava entre 210,00 e 220,00 pesos, o que me fez crer que o Catenão estava com preço errado. Procurei o gerente e confirmei: DUZENTOS PESOS ARGENTINOS! Não pode ser isso, pensei. O vinho tá cotado na Mistral a mais de R$ 180,00 (cento e oitenta dólares).

Como a loja não tava aceitando cartões, passei no banco e saquei a grana (o BB me cobrou pouco menos de R$ 0,55 por peso). Voltei na loja e perguntei o preço NOVAMENTE. Não aceitaria levar vantagem se fosse apenas uma anotação errada, como me parecia. Só que o gerente INACREDITAVELMENTE INSISTIU no preço, no que trouxe enorme alegria a meu coração.

Pela pechincha da história, sou agora o feliz proprietário de duas garrafas do Catenão Malbec Argentino.

É estar no lugar certo e na hora certa. U-hu!!!

Sobre vinhos em Puerto Iguazu/ARG, prefiram a Vinoteca de Don Jorge:

Vinoteca de Don Jorge
Avenida República Argentina, 188
Puerto Iguazú - Argentina
Telefone: (00xx54) 3757-422-815
Site: www.vinotecadonjorge.com.ar

Vitor disse...

Só mais uma coisa.

Fiz muitas anotações de preço na penúltima visita e cometi um engano.

Na verdade, o Gran Assemblage 2002 da Carmelo Patti tá saindo a R$ 118,00, e não a R$ 70,00, como havia dito. Troquei as anotações com o Lindaflor Malbec 2004, que tá a esse último preço.

Abraço.