7 de maio de 2009

Cabeça de Burro 2002


Nome: Cabeça de Burro
Safra: 2002
País: Portugal
Região: Douro
Produtor: Caves Vale do Rodo
Site: http://www.cavesvalerodo.com/
Importador: -

Uvas/Corte: Touriga franca, tinta roriz, tinta barroca
Teor alcoólico: 12,5%
Rolha: De cortiça, de média para pequena, fina e com leve infiltração.
Numeração da garrafa: -
Preço: Gentilmente oferecido pelo Marcelo, depois de sua viagem a Portugal em 2006
Onde foi comprado: Portugal
Quando foi comprado: Junho 2006
Degustado em: 18 de abril de 2009
Onde bebeu: Em casa, no Rio
Harmonizado com: Pães e azeites aromatizados
Com quem: Claudio, Rafaela, Marcelo e Carol

Comentário do Produtor
O CABEÇA DE BURRO é um vinho que apenas se produz em anos de excepcional qualidade. Provém dos melhores vinhedos da Região Demarcada do Douro (Baixo Corgo). As castas utilizadas são: Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca. É vinificado com desengace total e intensa maceração. A sua comercialização faz-se após um estágio mínimo de doze meses em vasilhas de madeira e seis meses em garrafa. Deve beber-se uma hora após a abertura da garrafa e à temperatura de 18 - 20ºC.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: Muito cheiroso.
Exame gustativo: Quando abrimos, ficamos com medo de ele já estar passado. Este vinho foi trazido pelo Marcelo de Portugal em 2006 e desde então tentávamos agendar a degustação. Antes de termos a adega climatizada, ele ficou por meses no armário, que, digamos, não tinha lá as melhores condições de armazenamento. Por isso, o medo. Felizmente, ele estava em seu melhor estado, equilibrado, muito gostoso.
Nota: 90.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Feio e estranho. Não é atraente. Necessita de um redesenho urgente.
Exame visual: Grená indo para o alaranjado.
Exame olfativo: Frutas leves e delicado. Muito interessante.
Exame gustativo: Passado a expectativa se o vinho estaria bom, veio logo a grata surpresa de o vinho estar no ponto ideal para o consumo. Evoluido, maduro e com uma elegância marcante. Com boas características de vinhos franceses, este exemplar do Douro estava com fruta na medida certa, tanino suaves e paladar muito agradável. os 12,5% de álcool foi determinante para este estilo do vinho. Este foi o primeiro vinho do ótimo jantar com o Marcelo e a Carol.
Nota: 89.0 +

2 comentários:

Alexandre (Diário de Baco) disse...

caramba!

Cabeça de Burro? hehehe...
só podia ser de Portugal mesmo.

um abraço pra vcs!
Alexandre

Le Vin au Blog disse...

Gostamos muito dos nomes dos vinhos portugueses. Normalmente nos parecem muito engraçados. :)
Abraços. Rafaela