25 de abril de 2009

Pergunta da Semana - 114

Toda semana o Le Vin au Blog publica uma nova pergunta para conhecer um pouco mais dos seus gostos e hábitos. Inspirados em nossa ida a um wine bar na semana passada, onde sempre tentamos escolher vinhos diferentes para provar, nesta semana, o Le Vin au Blog pergunta:

- E você? Procura sempre experimentar novos rótulos? Ou acaba comprando sempre aqueles que você já provou e tem certeza de que são bons? Os novos rótulos, você costuma comprar sem ter nenhuma informação sobre eles?

9 comentários:

Alexandre (Diário de Baco) disse...

oi meus amigos...

Acho que num determinado momento no futuro, até farei sim minha "seleção natural", mas no momento eu procuro sempre experimentar o novo.

É muita opção e ainda tenho muitas regiões para degustar e aprender.

abs!
Alexandre

Bernardo disse...

Para mim a graça do vinhos está na diversidade, a cada garrafa temos uma nova experiência, mesmo sendo da mesma safra, produtora e linha de produto.

Experimentar novos produtos amplia essa percepção, o que não torna o prazer de tomar vinho em apenas mais uma rotina para nossa vida já talhada por obrigações e repetições.

Costumo sempre buscar novos produtos, conto geralmente com o apoio de um vendedor amigo, quando não posso contar com sua opinião dou preferência a linhas que ainda não degustei de produtoras que já conheci e gostei, ainda assim, eventualmente me arrisco em algo completamente novo.

Ainda não tenho grande domínio no mundo dos vinhos, mas a cada novo aprendizado crio mais coragem para arriscar meu curto orçamento nestes produtos desconhecidos por mim, sempre tendo o prazer de conhecer algo novo, mesmo que não seja tão agradável quanto o anterior é sempre uma grande experiência.

[]'s, parabéns pelo blog!

Adriana disse...

Procuro sempre degustar um novo, mas para ocasiões mais importantes, JAMAIS arrisco...

espressa-mente! disse...

sempre estou comprando novos rotulos. para cada 2 conhecidos compro um desconhecido.porem sempre numa faixa menor de preço! rotulos desconhecidos com valores altos so recomendados. é para evitar arrependimento$$$! rs

Gourmandise disse...

Prefiro experimentar os novos. Mas sempre dentro do padrão: preço, região e ocasião.

bjo,
Nina.

João Filipe Clemente disse...

Tenho alguns rótulos que são meus "portos seguros" e volta e meio retorno a eles, no entanto o negócio é buscar o novo. Como o Alexandre bem disse, ainda tenho muito que aprender então estou sempre na busca por coisas novas. Aliás, o barato desta vinosfera é exatamente a diversidade de sabores e aromas, como descobri-los sem provar?!
Salute.

Anônimo disse...

Experimento os novos,mas com alguma indicação.

Anônimo disse...

Busco pesquisar em várias fontes, ouvir os sommeliers ou vendedores e formar a minha opinão. Tenho os vinhos que considero imprescindíveis em todas as faixas e que nunca decepcionam, mas sempre me inclino por uma novidade, em especial quando se trata de vinho que não seja (ainda) importado para o Brasil, como por exemplo o quorum I da Norton, orte de Malbec da safra 2002, com merlot da safra 2005 e petit verdot da safra 2006, um corte inusitado.
Há muito o que provar...
Carlos Reis

Bonsdegarfo disse...

E aí pessoal do Le Vin...

Experimentar novos rótulos é sempre válido, apesar de que às cegas, a possibilidade de se decepcionar é sempre maior. Mas quando se acerta, temos uma grande surpresa. No geral acho que se acomodar nos rótulos já aprovados é um pouco contraproducente. O melhor é sempre buscar informações com colegas e aproveitar as boas dicas. Nesse sentido, os enoblogs prestam grande serviço à comunidade.

Grande abraço,

Bonsdegarfo.blogspot.com