20 de abril de 2009

Pergunta da Semana - 113

Toda semana o Le Vin au Blog publica uma nova pergunta para conhecer um pouco mais dos seus gostos e hábitos. Nesta semana, o Le Vin au Blog pergunta:

- Qual foi o melhor Cabernet Sauvignon degustado por você recentemente? O que ele tinha de especial?

11 comentários:

Gourmandise disse...

Nossa, acreditam que não me recordo de nenhum cab. sauv. que tenha bebido recentemente?
bjo,
Nina.

Cristiano Orlandi disse...

Queridos,

Bebí alguns no Chile.

O que mais me impressionou foi o Sibaris 2007 da Undurraga.

Forte Abraço!

Cristiano
http://vivendovinhos.blogspot.com

Vitor disse...

Boa noite!

Tb não abri nenhum Cabernet top neste ano. Tava muito calor! Cheguei a tomar alguns cortes q levam Cabernet em sua composição, mas nenhum bom varietal.

Volto a responder no mês q vem, quando começo a abrir meus chilenos da safra de 2005.

Paulinha disse...

Boa Tarde!!
Sempre venho aqui, pois adoro o blog de vocês. Mas é a primeira vez que comento.

Cabernet Sauvignon é o meu preferido e do marido. O melhor (na minha opinião) que tomamos recentemente foi o Casa Silva, Los Lingues 2006. Pra falar a verdade, esse vinho é um dos meus preferidos.

Abraços,
Paula

Le Vin au Blog disse...

Oi, Paulinha!
Seja bem-vinda! E obrigada pela comentário.

Nós costumamos variar, mas ultimamente bebemos bons cabernets, como, por exemplo, um Carmelo Patti 2003. Estava realmente muito bom.

Abraços.
Rafaela

Gourmandise disse...

Estou com uma garrafa de Weinert c.s. 1997 que espero que seja o melhor dos últimos tempos.
abs,
Marcel.

Bonsdegarfo disse...

Sem dúvida um Cousiño-Macul Antiguas Reservas 2003 que já guardava há um ano e meio, esperançoso. Pensei que poderia ter passado do ponto, pois recomendam guarda de no máximo 5 anos pra ele, mas esse estava no auge da vida. Muitos taninos, explosivos, vibrante. Abraços...

Alexandre (Diário de Baco) disse...

Oi pessoas!

Recentemente experimentei o sul-africano Glen Carlou CS 2006. Não tem aquele esperado pimentão e é um CS muito diferente influenciado pelo terroir.

abs!
Alexandre

Anônimo disse...

Gostei da dica do Carmello Patti, um dos meus preferidos na Argentina (provei há pouco o malbec e achei excelente também). Porém, prefiro, em geral, os cortes, mas vamos lá. Foram quatro:
Um Canepa Magnificum 1999, que comprei meio inseguro e que surprrendeu, mesmo após 10 anos, o que é muito para um vinho chileno. Tinha vida para mais uns 3 anos.
Um Saint Felicien Cabernet Sauvignon. Pedi o Cabernet-Merlot e me trouxeram só o cabernet dizendo que era melhor (na safra 2006) e realmente era. Vinho bom e barato, só vendido na Argentina.
Um californiano Woodbridge Cabernet Sauvignon Twins Oaks, vinho base da vinícola, mas excelente custo-benefício.
Um Familia Reina Gold Reserve, presente de um amigo argentino, que achei excelente.
Abs,
Carlos Reis

Le Vin au Blog disse...

Carlos, na época do Natal, o Carrefour lá de Mendoza vendia esse Saint Felicien por menos de 15 pesos a garrafa. Se comprasse duas, ganhava uma terceira. Pena que não cabia mais na mala. Já bebemos uma ou duas vezes. Muito bom! Um abraço. Rafaela

Vitor disse...

Caríssimos,

Com algum atraso:

A decepção do momento fica por conta do Montes Alpha Cabernet 2005. De tão cantando em verso e prosa, esperava mais do vinho. Pareceu-me apenas bom. Acho q ficou perdido no meio do caminho: falta-lhe fruta para um típico cabernet chileno; sobra-lhe uma ponta de álcool para igualar-se aos europeus. Mas não é um vinho ruim. Só não achei essa coisa toda.

Já para o Lazuli 2003 só tenho elogios. Entregou tudo o q o Montes Alpha prometeu e não cumpriu. Sabor e elegância na medida certa. Excelente.

Tô tentando encomendar alguns Carmelo Patti a um colega que viaja este mês pra Buenos Aires.

Por ora, é isso.

Abraço.