3 de março de 2009

Pequeñas Producciones - Barbera 2002



Nome: Pequenas Producciones
Safra: 2002
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: Miguel Escorihuela Gascón
Site: www.escorihuela.com.ar
Importador: -

Uvas/Corte: Barbera 100%
Teor alcoólico: 13,7%
Rolha: Comprida, de cortiça, com logo gravado
Numeração da garrafa: 1.155/5.920
Preço: 83 pesos
Onde foi comprado: Ligier, em Buenos Aires
Quando foi comprado: 12 de fevereiro de 2008
Degustado em: 12 de fevereiro de 2009
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Massa à bolonhesa
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Comentário do Importador: Possui cor vermelho intenso, com aromas de frutos vermelhos e negros maduros, com notas de baunilha, café e chocolate devido ao seu prolongado envelhecimento em carvalho. Frutado na boca, completo, perfeito e equilibrado. Perfeito para ser consumido já, é um vinho que agradece a guarda em adega até 2012. Recomenda-se sua decantação prévia ao consumo.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: Cheiro alcoólico.
Exame gustativo: Gosto que trazia lembrança de terra do mato que tinha lá na casa da minha avó. Normal, sem nada que o destaque. Às vezes, gosto de chocolate com café da caixa de bombons da Garoto; outras, morango, frutas vermelhas. Choveu muito neste dia no Rio.
Nota: 87.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Uma garrafa muito pesada, um rótulo pequeno e equilibrado. O conjunto acaba impressionando.
Exame visual: Bordô intenso.
Exame olfativo: Uma mistura de pimenta com frutas e café.
Exame gustativo: Compramos este vinho em Buenos Aires. Passeando entre as prateleiras da loja Ligier na capital argentina o encontrei. Não tinha nenhuma referência sobre este vinho, mas me interessei por ser uma uva pouco tradicional naquele país. Como a minha curiosodade acabou falando mais alto, resolvi comprá-lo. Perguntei para o vendedor da loja sobre o vinho e ele pareceu ser sincero dizendo que era um vinho para quem queria provar coisas diferentes. A cara dele não foi muito animadora, mas mesmo assim resolvi levá-lo. Chegando de volta ao Rio, procurei informações sobre o vinho na internet. Para minha surpresa, encontrei diversos comentários. O mais interessante foi que alguns comentários falavam positivamente. A Revista Gula, por exemplo, o classificou com "Excelente Compra". Noutros, nem tanto, como os bons blogs QVinho e o Carta de Vinhos. Diante da divergência, a única coisa a fazer foi degustar o vinho e tirar a nossa própria conclusão. Um ano depois de comprá-lo, o abrimos. Garrafa pesada, rolha grande, "pequenas procucciones" no nome, indicando um cuidado na produção, ou seja, tudo feito para impressionar, mas o vinho não empolgou. Vinho um pouco pesado em boca, sobresaindo fruta vermelha e ameixas, leve pimenta e uma madeira presente. Final com leve café. Muito depósito na garrafa. Como li em alguma crítica, parece que resolveram fazer um teste com esta uva, plantaram uma área com ela, vinificaram e perceberam que ela não funcionava bem ali... Tanto que este vinho não foi repetido em nenhuma outra safra e nem está no site da empresa. Não é um vinho ruim, é um vinho direto, um pouco pesadão e que não empolga. Acredito que não vá evoluir em garrafa.
Nota: 86.0 +

Nenhum comentário: