18 de janeiro de 2009

Luigi Bosca



Nome: Luigi Bosca Reserva Chardonnay, Luigi Bosca Reserva Cabernet Sauvignon e o Finca Los Nobles Malbec Verdot
Safra: -
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: Luigi Bosca
Site: www.luigibosca.com.ar
Importador: -

Uvas/Corte: Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Malbec e Petit Verdot
Teor alcoólico: -
Rolha: -
Numeração da garrafa: -
Preço: visita custou 15 pesos
Onde foi comprado: Luigi Bosca, em Lujan de Cuyo, Argentina
Quando foi comprado: 18 de dezembro de 2008
Degustado em: 18 de dezembro de 2008
Onde bebeu: Luigi Bosca, em Lujan de Cuyo, Argentina
Harmonizado com: -
Com quem: Rafaela

Comentário do Produtor
Luigi Bosca Chardonnay - De color amarillo dorado, con aromas de ananá, mango y melón. Notas de miel y pan tostado. Sutil aporte de la vainilla proveniente de su paso por roble francés. Vino de sensaciones dulces. Opulento y rotundo.

Luigi Bosca Reserva Cabernet Sauvignon - Rojo rubí, brillante, limpio. Fresco, frutado aterciopelado. Aromas de frutas rojas y negras, violetas y chocolate. De gran estructura y cuerpo, un vino de carácter y exquisita elegancia.

Finca Los Nobles - Se caracteriza por su gran estructura, dulzura y su aroma a especias, ciruelas maduras, café, cerezas y violetas. Luego de 18 meses en barricas de roble Francés, y 14 meses en botella adquiere aroma a vainilla. Aterciopelado final en boca.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Depois de duas experiências superpositivas, fiquei meio decepcionada com a visita à Bodega Luigi Bosca. Essa foi a primeira que pensei em visitar, pois um dos primeiros vinhos que me fez gostar do assunto foi um Finca La Linda. Cheguei um pouco cedo e tive de esperar do lado de fora. Quando deu o horário, ainda demoraram mais uns 10 minutos para me buscar para a visita. Não sei se é porque estava sozinha, mas a garota parecia meio sem voia, como diriam em Caxias do Sul, sem vontade. Caminhamos pela vinícola. Depois que disse que tinha visitado outras, aí sim que ela foi mais monossilábica. Era educada, mas meio automática. Foi a visita mais rápida e superficial. No final, degustamos três vinhos dos 29 produzidos pela bodega: um Luigi Bosca Chardonnay, um Luigi Bosca Reserva Cabernet Sauvignon e o Finca Los Nobles, o que mais gostei dos três. Acabei não comprando nenhum vinho ali, pois são vinhos fáceis de se encontrar no Brasil e também porque não saí muito empolgada da vinícola. Bom, para visitar a Luigi Bosca pode-se ir de ônibus, basta pegar o 19 da Linha 1 no Centro de Mendoza. Passa na frente. A visita custou 15 pesos. Nenhuma outra foi cobrada.
Nota: -

Nenhum comentário: