31 de maio de 2008

Pergunta da Semana - 66

Toda quarta-feira, o Le Vin au Blog coloca aqui uma pergunta diferente para saber sobre as suas experiências no mundo do vinho. Nesta semana, o Le Vin au Blog quer saber:

- Você compraria vinhos apresentados/vendidos em um programa de televisão?

Ercavio - Tempranillo Roble 2004


Nome: Ercavio
Safra: 2004
País: Espanha
Região: Castilla
Produtor: Más que Vinos Global
Site: http://www.bodegasercavio.com/

Uvas/Corte: Tempranillo
Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 48,00
Onde foi comprado: Espírito do Vinho, loja do seu Aníbal na Cobal Humaitá, no Rio de Janeiro
Quando foi comprado: 18 de agosto de 2007
Degustado em: 10 de maio de 2008
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Pizza quatro queijos e pães do Talho Capixaba
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela
Exame visual: Grená, bonita cor.
Exame olfativo: Cheiro doce, bem cheiroso, frutado. Cheiro de erva-mate mais para o final.
Exame gustativo: Este é uma daqueles vinhos tão bons e você nem sente. Quando vê já está na última taça e ainda poderia beber um pouquinho mais. Poderia ser bebido somente com os deliciosos pães do Talho Capixaba. Com a pizza, ficou levemente amargo. Vinho muito agradável, estava no ponto para ser bebido. Retrogosto que lembrava ameixa, forte, gostoso. Gosto de guamirim, uma frutinha que existia lá no sítio quando eu era criança, mas que nunca mais vi.
Nota: 90.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Pequenas pinceladas em roxo cria a personalidade para este rótulo. Poderiam ter mais cuidado no uso e escolha das tipologias.
Exame visual: Grená/Sangue
Exame olfativo: Cheiro de algo guardado, rolha.
Exame gustativo: Um tempranillo espanhol muito bem trabalhado. Vinho de corpo médio com sabores intensos e firmes com frutas sem ser "over". Vinho de boa estrutura, bem feito, uma perfeita mistura de fruta e equilíbrio. Estava no ponto para beber com taninos firmes e uma leve adstringência. Final firme, com toques de ameixa e permanência média. Vinho muito interessante que merece ser provado e que foi muito bem acomapnhado pels pães do Talho Capixaba. Recomendo.
Nota: 90.0

29 de maio de 2008

La Posta Bonarda 2006


Nome: La Posta
Safra: 2006
País: Argentina
Região: Rivadavia, Estela Armando Vineyard
Produtor: La Posta
Site: http://lapostavineyards.com/

Uvas/Corte: Bonarda 100%
Teor alcoólico: 13.5%
Preço: R$ 48,00
Onde foi comprado: Mondo di Vino, São Paulo
Quando foi comprado: 8 de maio de 2008
Degustado em: 8 de maio de 2008
Onde bebeu: Mondo di Vino, São Paulo
Harmonizado com: -
Com quem: Claudio e Gilberto

Comentário do Produtor
Intense ruby color with bright aromas of fresh red & black raspberries and subtle smoky oak notes. The flavor of freshly-crushed raspberries is echoed on the palate, along with notes of white pepper, dark chocolate, and a touch sandalwood and mint on the finish. Though quite rich and hedonistic, the seamless structure of this wine makes it a candidate for drinking in its youth or over the next few years (if you can wait that long). It will pair well with just about any foods with which you would drink Zinfandel or other fruit-driven reds.

Comentário do Claudio
Rótulo:
Rótulo com uma identidade forte. Simples porém marcante.
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Ótimo Bonarda Argentino. Já tinha lido bons comentários sobre este vinho e na segunda noite em São Paulo, resolvemos jantar no Mondo di Vino do Morumbi Shopping. Ente diversas boas opções de vinhos da loja achei o La Posta e resolvi experimentar. Vinho muito equilibrado, bom corpo, taninos macios e paladar agradável. Vinho que dá vontade de beber mais. Final intenso e funcionou bem com os pratos da boa cozinha do restaurante. Um vinho que merece ser provado. Pode ser bebido agora como ainda aguenta mais um tempo em garrafa. Ele é importado pela Vinci e acredito que o preço é menor do que paguei. Ótimo custo/benefício. Se você está procurando um bonarda para experimentar fica aqui a sugestão.
Nota: 89.0+

Cisplatino 2006




















Nome: Cisplatino
Safra: 2006
País: Uruguai
Região: Rio de la Plata
Produtor: Pisano Family Vineyards
Site: http://www.pisanowines.com/

Uvas/Corte: Tannat 60%, merlot 40%
Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 32,00
Onde foi comprado: Restaurante Galetos em São Paulo
Quando foi comprado: 7 de maio de 2008
Degustado em: 7 de maio de 2008
Onde bebeu: Restaurante Galetos em São Paulo
Harmonizado com: Espeto misto com batatas
Com quem: Claudio e Gilberto

Comentário do Produtor
El Cisplatino es un vino que encierra en su nombre la historia en común que nuestro país y Brasil recorrieron en su período de independencia primero del dominio Español y después del Portugués. (1821- 1828).Es un vino compuesto en su gran mayoría por Tannat (uva insignia de nuestro país) perfectamente combinado con el Merlot. Tiene un toque apenas tostado que le otorga al vino un carácter especial. La fruta está muy presente y es un vino potente en la boca y de grandes aromas. La fuerte estructura del Tannat encuentra su equilibrio en la armonización que le otorga el Merlot.
COLOR:Ruby Profundo.
AROMA:delicado y concentrado. Ciruela, nueces, especias y hongos
SABOR:amable pero con cuerpo. Muy buena densidad. Sabores de arándanos, moras y otros frutos silvestres, pasas, ahumados.
GASTRONOMIA: Buen compañero de carnes, corderos, pastas y quesos. Va muy bien con empanadas, pasteles. Muy bueno en estructura y concentración.
Sugerimos servirlo en el entorno de los 18ºC.

Comentário do Claudio
Rótulo:
Um rótulo que peca nos detalhes. Tem elementos para ser um rótulo bonito, mas principalmente pelo peso de algumas tipologias usadas, ele acaba não ficando tão harmônico. Esta garrafa é fina e alta. Com alguns ajustes, este rótulo iria ganhar muito.
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Depois de um longo dia de trabalho em São Paulo, resolvemos jantar no Morumbi Shopping. Acabamos escolhendo o restaurante Galetos. A carta de vinhos do restaurante é pequena, mas com alguns rótulos interessantes. O Cisplatino é um deles. Em março, este vinho tinha sido o vinho do mês da Confraria. Achei que poderia ser uma boa opção e uma oportunidade de degustar uma outra safra, 2006. É interessante degustar o mesmo vinho de safras diferente num curto espaço de tempo. A safra 2006 não estava tão boa quanto a de 2005. Porém, continua sendo uma boa opção, vinho de corpo médio e bastante agradável. Comparando com a safra anterior, este vinho estava muito vivo, um pouco quente no seu final. Acredito que, com mais um tempo na garrafa, ele deve evoluir como o 2005. Se tiver opção, escolha o 2005 para abrir agora e o 2006 para abrir ano que vem.
Nota: 86.0 +

28 de maio de 2008

Santa Julia Fuzion 2006


Nome: Santa Julia Fuzion
Safra: 2006
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: Familia Zuccardi
Site: http://www.familiazuccardi.com/sp.htm

Uvas/Corte: Tempranillo 70%, Malbec 30%
Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 12
Onde foi comprado: Fiametta, no Rio de Janeiro
Quando foi comprado: 6 de maio de 2008
Degustado em: 6 de maio de 2008
Onde bebeu: Fiametta, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Focaccia de alecrim e sal grosso, bruschetta caprese e pão caseiro com lingüiça.
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
COLOR: Brilliant and violet colours with excellent young wine notes.
AROMA: Red fruit aromas, berries, plums and violet flowers.
SABOR: Good entry at the palate, wide, soft tannins and good acidity at the end.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: Cheiro de nozes.
Exame gustativo: Este foi um longo dia, que começou em Vacaria, seguiu para Caxias do Sul e Porto Alegre e acabou no Rio, na Fiametta. Eu havia acabado de chegar do Rio Grande do Sul, onde fui visitar minha mãe e rever meus amigos, e resolvemos comer uma pizza. A Fiametta é sempre uma ótima opção e resolvemos ir para lá. Acabamos não comendo pizza, mas três entradas, que estavam bem boas. Este Santa Julia era uma das opções de minidecanter na pizzaria e resolvemos bebê-lo para comemorar o reencontro. É um vinho simples, mas gostoso, que serviu para acompanhar bem a conversa e a degustação das entradinhas. Neste dia, eu havia passado uma horinha na Tumelero Bebidas, em Caxias, escolhendo alguns vinhos gaúchos. Boa compras na loja que tem ótimas opções locais.
Nota: 87.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Rótulo clean, limpo e bastante equilibrado. A personalidade fica na forma que o "Z" é apresentado.
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: É um bom vinho, de ótima relação custo/benefício. Equilibrado, um bom vinho para o dia-a-dia. A Fiametta oferece algumas opções de vinhos em pequenos decanters. Isto é bom para aquele dia em que você quer beber um vinho, mas não está disposto a beber uma garrafa inteira. São vinhos com este mesmo perfil do Santa Julia: vinhos simples, mas bem equilibrados. Vale provar.
Nota: 86.0+

22 de maio de 2008

Misiones de Rengo Reserva C. Sauvignon/Syrah 2005



Nome: Misiones de Rengo Reserva
Safra: 2005
País: Chile
Região: Valle de Rapel
Produtor: Misiones de Rengo
Site: http://www.misionesderengo.cl/

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon 70%, Syrah 30%
Teor alcoólico: 14%
Preço: R$ 21,00
Onde foi comprado: Supermercado Zona Sul de Botafogo
Quando foi comprado: 01 de Maio de 2008
Degustado em: 01 de Maio de 2008
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Pizza de calabreza
Com quem: Claudio

Comentário do Produtor
Color : Rojo granate intenso y límpido.
Aroma : Frutos rojos como mermelada de frutilla, cassis, notas ahumadas, cárnicas, intenso complejo y expresivo. Las notas de chocolate, pan tostado y butterscotch le dan una sensación dulce.
Sabor : Vino potente, bien estructurado, de taninos redondos, largo y persistente. Presenta notas a clavo de olor, canela, frutos rojos maduros, ciruela negra.

Comentário do Claudio
Rótulo:
Toda a linha de vinhos deste produtor utiliza os rótulos em forma de cruz. Uma boa identidade visual, muito marcante.
Exame visual: Violeta vivo com muitas e finas lágrimas na taça.
Exame olfativo: Pimentão, pimenta preta, defumado, bacon. Um pouco de álcool aparente. Evoluiu depis de aberto.
Exame gustativo: Estava uma noite frio aqui no Rio no feriado de 1º de maio e resolvi beber uma taça de vinho. Fui até o Zona Sul e vários vinhos estavam com preço promocional e resolvi provar este corte chileno. Vinho de bom corpo de sabor intenso, vegetal e para o meu paladar a Syrah sobressaia, mesmo com um percentual menos no corte. Evoluiu depois de aberto. Sabor forte, leve adstringência e que cresceu com a pizza. Final médio e bastante vegetal. Sem madeira aparente e sem fruta. Um vinho correto, bom mas que não chegou a surpreender.
Nota: 86.0

Alandra 2006


Nome: Alandra
Safra: 2006
País: Portugal
Região: Reguengos de Monsaraz
Produtor: Herdade do Esporão
Site: http://www-en.esporao.com/Pages/index.aspx

Uvas/Corte: Moreto e castelão
Teor alcoólico: 13 %
Preço: R$ 18, a meia garrafa
Onde foi comprado: Empórium Pax, no Botafogo Praia Shopping
Quando foi comprado: 26 de abril de 2008
Degustado em: 26 de abril de 2008
Onde bebeu: Empórium Pax, no Botafogo Praia Shopping
Harmonizado com: Pratos variados
Com quem: Claudio, Rafaela, Marcela, Regina e Mauro

Comentário do Produtor
Alandra red is ruby in colour, with fresh ripe berry aromas and a soft, well balanced fruity palate.
Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Sempre tive curiosidade de provar este vinho por causa do rótulo, que acho bonito. A oportunidade surgiu nesta noite de sábado depois de assistir Três formas de Amor, no Botafogo Praia Shopping. O vinho não harmonizou direito com o meu ravioli ao molho madeira, mas serviu muito bem para acompanhar a conversa. É um vinho simples, mas bem agradável. Fomos ao cinema junto com a Marcela, o Mauro e a mãe do Claudio. Tínhamos uns ingressos de cortesia e resolvemos fazer um programa família. As meninas adoraram o filme, claro. Os meninos, bom, nem tanto. Depois do cinema, queríamos comer uma pizza, mas após nos instalarmos no Empórium Pax, descobrimos que eles não fazem mais pizzas. Restou-nos pedir cada um um prato. Apesar da vontade de comermos pizza, foi um jantar bem agradável.
Nota: 86.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Rótulo bem interessante. Através do uso de uma faca especial, criou-se círculos vazados que formam um cacho de uva. Atraente.
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Para acompanhar o jantar no Empórium Pax e a bela vista do Pão de Açúcar, pedimos esta meia garrafa do Alandra. É um vinho português simples mas muito bem feito. Um vinho básico, bom para o seu dia-a-dia, sem arestas nem nenhum defeito aparente.
Nota: 86.0

14 de maio de 2008

Pergunta da Semana - 65

Toda quarta-feira, o Le Vin au Blog coloca aqui uma pergunta diferente para saber sobre as suas experiências no mundo do vinho.

- Quando você escolhe um restaurante para jantar, a carta de vinhos influencia na sua decisão?

12 de maio de 2008

Oveja Negra - Tempranillo/Touriga 2005




















Nome: Oveja Negra
Safra: 2005
País: Brasil
Região: Candiota, Campanha Gaúcha
Produtor: Vinícola Miolo - Via Sul Wine Group
Site: www.miolo.com.br

Uvas/Corte: Tempranillo, Touriga
Teor alcoólico: 13.5%
Preço: R$ 23
Onde foi comprado: Deu la Deu Vinhos em Copacabana.
Quando foi comprado: abril de 2008
Degustado em: 19 de abril de 2008
Onde bebeu: Casa da Marie e do Mário
Harmonizado com: Pães, queijos e frios
Com quem: Claudio, Rafaela, Ricardo, Raquel, Mário e Marie

Comentário Produtor
Oveja Negra Tempranillo-Touriga é um vinho macio, de médio corpo, com taninos marcantes e aveludados. Proveniente da Campanha Gaúcha, este tipo de vinho tem uma personalidade e caráter único. O Oveja Negra Tempranillo-Touriga lembra muito em seus complexos aromas, a doçura da uva passificada e a sensação de defumado do tabaco. É um vinho marcante, e muito agradável.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Lembro de ter gostado muito deste vinho na primeira vez que o bebi, na casa do Ricardo e da Raquel lá em setembro de 2006. Marcou a minha primeira ida à casa deles, a primeira de várias. Claudio queria ver se o vinho tinha evoluído neste tempo todo, mas ficamos meio decepcionados. Ele não evoluiu e talvez já estivesse até em declínio. Bebemos no tempo certo nas outras duas oportunidades - em 2006 e 2007.
Nota: 86.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Design clean, tipologia serifada pequena e uma simpática ilustração de uma ovelha negra. A ilustração dá uma personalidade ao rótulo ao mesmo tempo que gera uma curiosidade em descobrir o porquê de estar ali. Gosto do estilo, acho que a ilustração é muito marcante, uma forte identidade visual. O rótulo de bom gosto combina com o vinho.
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Por acaso encontrei uma garrafa deste vinho em uma loja de Copacabana. Fiquei com curiosidade para saber como estaria este vinho um ano depois que tínhamos degustado. A expectativa era saber se ele tinha evoluído ou não. Para nossa decepção o vinho não evoluiu. Seus sabores se estavam mais fechados que a garrafa do ano anterior, estava claramente em declínio. Não foi o vinho interessante quanto o bebido anteriormente.
Nota: 86.0

Domaine Boudau 2003


Nome: Domaine Boudau
Safra: 2003
País: França
Região: Cotes du Roussillon Villages
Produtor: Veronique et Pierre Boudau
Site: http://www.domaineboudau.fr/

Uvas/Corte: Syrah 70 %, Grenache noir 20 %, Carignan 10 %.
Teor alcoólico: 14%
Preço: Gentilmente oferecido pela Marie e pelo Mário
Onde foi comprado: França
Quando foi comprado: Segundo semestre de 2007
Degustado em: 19 de abril de 2008
Onde bebeu: Casa da Marie e do Mário
Harmonizado com: Pães, frios e queijos
Com quem: Claudio, Rafaela, Mario, Marie, Raquel e Ricardo

Comentário do Produtor
Très belle robe rouge burlat aux reflets violacés-bleutés, limpide, brillant.
Au premier nez, se révèlent des notes de réglisse, de cuir,de gibier, puis après agitation, ce sont le cassis, la mûre,la framboise associés aux notes de grillés, de cuir qui apparaissent dans le bouquet.
Bouche opulente, toute en finesse, avec une belle charpente tannique. Arômes de fruits rouges associésaux notes empyreumatiques. Très belle longueur.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: -
Exame gustativo: O papo nesta noite foi bem animado, um pouco por ser bem acompanhado por este vinho francês trazido pela Marie de sua temporada parisiense. Foi uma boa experiência com um vinho francês.
Nota: -

Comentário do Claudio
Rótulo:
Um rótulo característico de vinho francês. Sem apelos visuais privilegiando as informações.
Exame visual: Violeta escuro.
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Este foi o primeiro vinho da noite, gentilmente oferecido por Mario e Marie. Ele trouxe esta garrafa da última viagem que fez a Paris. Um gostoso Côtes de Roussillon Villages com paladar firme e especiarias. Taninos muito vivos que somente depois de um tempo aberto começaram a amaciar um pouco (precisava de decantação). Acredito que este vinho poderia envelhecer por mais alguns anos ainda.
Nota: 87.0 +

10 de maio de 2008

Pergunta da Semana - 64

Toda quarta-feira, o Le Vin au Blog coloca aqui uma pergunta diferente para saber sobre as suas experiências no mundo do vinho.

Na semana passada, a pergunta referia-se a lugares diferentes em outros países que produzem vinhos. Nesta pergunta da semana, queremos saber se você conhece a produção de novas regiões brasileiras produtoras de vinho, ou pelo menos, não tão divulgadas quanto o Vale do São Francisco ou a Serra Gaúcha.

- Você já provou vinhos catarinenses, paranaenses, mineiros ou de algum novo produtor brasileiro de regiões não tão conhecidas?

8 de maio de 2008

Perdriel 2004


Nome: Perdriel
Safra: 2004
País: Argentina
Região: Mendoza
Produtor: Bodegas Norton
Site: http://www.norton.com.ar/

Uvas/Corte: Malbec, Cabernet Sauvignon e Merlot
Teor alcoólico: 14,5%
Preço: R$ 88
Onde foi comprado: Expand Ipanema, Rio de Janeiro
Quando foi comprado: 18 de abril de 2008
Degustado em: 18 de abril de 2008
Onde bebeu: Expand Ipanema
Harmonizado com: Cherne com risotto de limão siciliano (Rafaela)
Com quem: Claudio, Rafaela, Gilberto, Julia, Renato e Cristina

Comentário do Produtor
-

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: Cheiro de milho verde, de queijo prato.
Exame gustativo: Lembrava gosto de tabaco, mesmo que eu nunca tenha colocado tabaco na minha boca... Apesar de ser um vinho magnífico, ele não hamonizou tão bem com meu prato, que tinha um gosto superforte do limão siciliano. Gostaria de repetir para poder analisá-lo com cuidado. A noite foi bem agradável. Já tínhamos ido à Expand de Ipanema, mas agora o restaurante/loja tem um segundo andar, muito agradável, mais reservado que o primeiro andar e muito mais confortável e bonito. A garrafa é bem pesadinha.
Nota: 89.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Bonita e pesada garrafa. Usa-se muito bem o preto e o dourado.
Exame visual: -
Exame olfativo: Madeira e baunilha.
Exame gustativo: Vinho interessante de bom corpo. Paladar rico e intenso que deixa sua boca cheia. Vinho bem equilibrado de estilo bem "argentino", um corte muito comum por lá. . Um vinho moderno e versátil. Funcionou bem com o prato de comida. Boa permanência. Um vinho que é uma ótima opção. Vale ser provado.
Nota: 90.0

5 de maio de 2008

Condado Real - Tempranillo 2005


Nome: Condado Real
Safra: 2005
País: Espanha
Região: Castilla y Leon
Produtor: Avelino Vegas S.A.
Site: http://www.avelinovegas.com/

Uvas/Corte: Tempranillo 100%
Teor alcoólico: 13%
Preço: R$ 27
Onde foi comprado: Expand Ipanema, no Rio de Janeiro
Quando foi comprado: 18 de abril de 2008
Degustado em: 18 de abril de 2008
Onde bebeu: Expand Ipanema
Harmonizado com: Linguado com risotto de limão siciliano (Rafaela)
Com quem: Claudio, Rafaela, Gilberto, Julia, Renato e Cristina

Comentário do Produtor
Cor cereja, brilhante, aromas de frutos vermelhos, paladar suave e final longo e frutado.

Comentário da Rafaela
Exame visual: Bordô, bela cor.
Exame olfativo: Cheiroso, frutado. Cheiro de queijo feito no sítio.
Exame gustativo: Adstringência somente no céu da boca. Frutado. Gosto levemente amargo, mas não ruim. Permanência longa. Deixa um gosto de chá na boca.
Nota: 88.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Rótulo simples e bem feito. Transmite seriedade.
Exame visual: -
Exame olfativo: Algo de azeitona e leve álcool
Exame gustativo: Um vinho de ótimo custo/benefício. Um vinho básico mas muito bem feito e de paladar muito agradável. Leve adstringência e algo frutado. Final de boca intenso com uma permanância curta. Foi o primeiro vinho da noite, um bom vinho para entrada.
Nota: 87.0

2 de maio de 2008

Pergunta da Semana - 63

Toda quarta-feira, o Le Vin au Blog coloca aqui uma pergunta diferente para saber sobre as suas experiências no mundo do vinho.

Existem regiões muito conhecidas pela produção de vinhos, como o interior da França ou da Itália, o estado norte-americano da Califórnia ou mesmo o nosso Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha. Aos poucos, porém, ficamos sabendo de novos produtores, às vezes oriundos de lugares nunca imaginados.

Por isso, nesta semana, o Le Vin au Blog gostaria de saber:

- Qual foi o lugar mais inusitado que você já ouviu falar que produz vinhos? Já esteve em algum deles? Gostaria de conhecê-los?