28 de novembro de 2008

Quorum I - 2002-2005-2006


Nome: Quorum
Safra: 2002 (malbec) - 2005 (merlot) - 2006
País: Argentina
Região: Luján de Cuyo, Mendoza
Produtor: Bodega Norton
Site: http://www.norton.com.ar/
Importador: Não é importado para o Brasil

Uvas/Corte: Malbec 60%, Merlot 22% e Petit Verdot 18%
Teor alcoólico: 14%
Rolha: De cortiça, tamanho médio com logomarca gravada.
Numeração da garrafa: -
Preço: 70 pesos
Onde foi comprado: Winery, em Buenos Aires
Quando foi comprado: 11 de dezembro de 2007
Degustado em: 2o de novembro de 2008
Onde bebeu: Em casa
Harmonizado com: Acepipes comprados no Terzzeto Café:foccacia com sal grosso e alecrim, quiche de alho poró, empadão de frango, risolis de camarão e terrine de pato defumado
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
Quorum es elaborado a partir de una cuidada selección de diferentes cosechas y variedades por parte de nuestro enólogo.Cada cosecha posee cualidades distintivas, y la combinación de las misamas junto con sus estilos y variedades conforman un vino completo, armónico y único.

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: Logo depois que abri, senti cheiro de toalha velha. Mais tarde um pouco, cheiro de batom. Desde que ganhamos um abridor do Marcel e da Nina, do Gourmandise, eu passei a achar bem mais fácil abrir vinhos. Ah, falando em presentes, já ganhamos vários presentes deles e nunca criamos vergonha na cara para retribuir. Há de chegar a hora.
Exame gustativo: Tínhamos pensado em ir a um bom restaurante para comemorar o aniversário do Claudio, mas depois de termos almoçado com a família no Bistrô Le Vin na hora do almoço, decidimos ficar em casa e abrir um dos vinhos da nossa adega. Inicialmente, o vinho planeja era um Finca La Anita, mas Claudio sempre muda na hora e me faz decidir levando em consideração uma lista enorme. Normalmente, sou rápida e precisa na escolha. Desta vez, escolhi este Quorum, que compramos lá em Buenos Aires há quase um ano. Foi uma ótima escolha - tanto lá quanto aqui. O vinho está à altura da data comemorada. Trata-se de um vinho gostoso, agradável, equilibrado e que parecia estar no momento certo. A impressão que eu tinha ao beber um gole era de que se formada uma bolha dentro da boca que só explodia quando o líquido descia pela garganta. Aí sim, ele liberava o sabor. Algo como uma bomba atômica dentro da boca. A diferença é que a sensação era muito boa. A permanência é muito boa. Rico em sabor. Recomendo a quem for à Argentina.
Nota: 92.0

Ps.: quero aproveitar para pedir ajuda aos catarinenses. Morei muitos anos lá e estou muito sensibilizada pela situação. Aqui no Rio, é possível doar alimentos, remédios e roupas na Defesa Civil e no Cefet. Também é possível fazer depósitos em várias contas bancárias - os números podem ser acessados no site do Diário Catarinense. Qualquer quantia já ajuda.

Comentário do Claudio
Rótulo:
Clássico, limpo, elegante e que procura explicar o corte do vinho. Bonito
Exame visual: -
Exame olfativo: Complexo e que evoluiu muito depois de aberto. Difícil definição.
Exame gustativo: Sempre gostei muito dos vinhos da Bodega Norton. Quando fomos para Buenos Aires, queria comprar um vinho deles para trazer. Encontrei este Quorum I, que não é importado para o Brasil. Me chamou a atenção o corte pouco comum de Malbec, Merlot e Petit Verdot feito com safras diferentes. Sempre gosto de experimentar vinhos diferente e é sempre um prazer quando consigo descobrir sabores novos. E o Quorum foi uma ótima surpresa. Vinho com paladar diferenciado e personalidade própria.Prima pela a elegância sem perder sua intensidade de sabor. Final de boca com alguma especiaria levemente picante, ameixa e leve achocolatado. Longo agradável final de boa complexidade. Vinho surpreendente e prazeroso que envolve o seu paladar. Evoluiu muito com o tempo no Decanter. Vinho que ainda vai crescer bastante e que pode ser guardado por mais alguns anos. Foi uma ótima escolha para a noite do meu aniversário. Belo estilo. Recomendo.
Nota: 91.0 +

Nenhum comentário: