14 de novembro de 2008

Pergunta da Semana - 90

O Le Vin au Blog publica uma pergunta nova toda quarta-feira. Nesta semana, o Le Vin au Blog quer saber:

- Você tem o costume de guardar vinhos em casa? Qual foi o vinho que guardou por mais tempo? Você consegue se controlar e deixar a garrafa guardada por muito tempo? Quantos vinhos você tem em casa hoje aguardando pelo momento certo para ser aberto?

5 comentários:

Gourmandise disse...

Acho que muitos vinhos merecem ser abertos no momento certo. Uma questão de respeito.
Temos alguns em casa. Alguns para serem apreciados daqui a 2 anos, outros só em 10 anos.
Faz parte do ritual!
bjo,
Nina.

Anônimo disse...

Divido minha adega em vinhos para o dia a dia, vinhos intermediários (são exclentes, e bebo com amigos) e vinhos especiais. Estes eu espero o momento certo para abri-los, respeitando obviamente o momento do vinho, ou seja, quando ele deve estar em seu auge, sem cometer infanticídio. Tenho, por exemplo, um Xisto 2004 (provei em 2006 e em 2007 em degustações e ele estava longe do ponto ideal). Ano passado degustei um Tignanello 2004 que estava excelente, mas que com mais uns quatro anos ficará melhor (comprei uma gf antes do aumento por conta da WS), e alguns outros rótulos bem especiais e raros hoje em dia. Obviamente trago de viagens esses vinhos, pois aqui são um roubo.
Guardo ainda um argentino especial para quando o Expressamente aparecer lá em casa e resolver parar de beber cerveja e tomar vinho.
Eu realmente consigo guardar esses vinhos, mas a tentação é enorme.
Carlos Reis

espressa-mente! disse...

minha adega esta dividida em prateleiras da seguinte forma: uma prateleira com vinhos de guarda LP (longo prazo); 1 de vinhos dia-dia; 2 de vinhos das viagens, 1 de espumates+champanhe, 1 de brancos.
ao amigo do post acima, pergunto se teremos pato neste encontro? :O) ou lilina irá salva-lo..again!
lembro tambem, que so bebi cerveja pq o ar condicionado estava desligado!! :o) brincadeirinha...

Alexandre (Diário de Baco) disse...

guardo sim e respeito o tempo de todos.

tenho alguns de sobremesa como um Moscatel de Setúbal 2002 e um Sauternes, guardados com todo carinho e para ser aberto com muita gente, já que são garrafas "das grandes".

com os demais, fico roendo as unhas aqui, para aparecer uma oportunidade. A tentação é grande!

abs!
Alexandre

Cristiano Orlandi disse...

Meus caros,

Guardo sim, diría que tenho aproximadamente 30 garrafas de vinhos especiais, que são para no mínimo mais 05 anos de guarda, tais como Chatêaneuf-du-Pape Font de Michell, Alma Viva, Mendel, Edizione, Primitivo di Manduria, Caballo Loco, entre outros. Mas confesso que de alguns, fiz um esforço e comprei duas ou três garrafas, afinal eu posso ter uma crise consumista...

Forte Abraço!