19 de julho de 2007

Santa Fé de Arraiolos 2006




















Nome:
Santa Fé de Arraiolos
Safra: 2006
País: Portugal
Região: Arraiolos, Alentejo
Produtor: Bacalhôa Vinhos de Portugal
Site: www.bacalhoa.com


Uvas/Corte: Aragonez, Trincadeira, Alicante Bouschet
Teor alcoólico: 13.5%
Preço: R$ 16,85
Onde foi comprado: Supermercado Zona Sul
Quando foi comprado: 15 de julho de 2007
Degustado em: 15 e 19 de julho de 2007
Onde bebeu: Na casa do Hélio e em casa
Harmonizado com: Cachorro quente
Com quem: Hélio, Luana, Paulinho, Gabriela e Claudio

Comentário do Produtor
Produzido na Herdade das Ânforas em Arraiolos com uvas selecionadas das castas Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet. A prova apresenta uma personalidade Alentejana bem definida: cor carregada, rico em aromas e sabores de compotas de frutos vermelhos, enche e pendura na boca com grande suavidade. Ideal para ser consumido desde já, poderá envelhecer em garrafa nos próximos dois anos. Temperatura ideal de serviço 14-16º.

Comentário do Claudio
Exame visual:
Rubi brilhante indo para o violeta claro
Exame olfativo: Fruta, licoroso (compota). Um pouco de álcool ao fundo.
Exame gustativo: Já tinha provado a safra 2005 deste mesmo vinho e tinha gostado. Nesta semana bebi este vinho em dois momentos: assistindo à final da Copa América entre Brasil e Argentina na casa do Hélio e alguns dias depois em casa comendo um cachorro quente (vinho ótimo para harmonizações sem nenhum compromisso). Assim como o 2005 este 2006 é um vinho de excelente custo/benefício. Vinho agradável para o seu dia-a-dia. Estava bem jovem e com boa fruta para um vinho nesta faixa de preço. Seu sabor tem personalidade mesmo sendo um vinho simples. Apresentou uma leve acidez no seu final, acho que tende a melhorar com mais uns meses em garrafa. Tinge um pouco os dentes, leve adstringência. Boa compra nesta faixa de preço.
Nota: 86.0

Um comentário:

Helio Salema disse...

Gostei desse vinho tb!
No dia seguinte matei aquela garrafa com um Ravioli de presunto com molho de tomate, manjericão e calabresa. O vinho em nehum momento se anulou diante do molho forte. O que me surpreendeu foi como ele realçou o sabor do manjericão!
Boa pedida!!