3 de julho de 2007

D. V. Catena Malbec-Malbec 2002



Nome: D. V. Catena
Safra: 2002
País: Argentina
Região: Lunlunta e Agrelo, Lujan de Cuyo, Mendoza
Produtor: Bodega Catena Zapata
Site: www.catenawines.com


Uvas/Corte: Malbec 100%
Teor alcoólico: 14%
Preço: R$ 60,00 na Argentina, no Brasil de R$ 80,00 a R4 110,00
Onde foi comprado: Gentilmente comprado pelo Hélio em Buenos Aires
Quando foi comprado: julho de 2006
Degustado em: 26 de junho de 2007
Onde bebeu: Em casa, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Queijos, pasta de manjericão e pães
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário Produtor
Este vino es el resultado del corte de dos Malbec provenientes de viñedos ubicados em diferentes microclimas de la provincia de Mendoza. Uno de Ellos es de la zona de Lunlunta a 860 mts de altura y el otro es de la zona de Agrelo, a 940 mts. Nuestras investigaciones em Bodega Catena Zapata nos indican que al elaborar un vino varietal de corte con uvas provenientes de estas zonas se obtienen características superiores a las de cada una evaluada individualmente. Cada componente hace su aporte para lograr un vino caracterizado por su notoria concentración y complejidad.

Comentário da Rafaela
Exame visual: Bordô.
Exame olfativo: Cheiro de café moído na hora como se faz nos supermercados do interior lá do Rio Grande do Sul. A cada nova taça, um cheiro diferente: de relva a pipoca...
Exame gustativo: Este vinho deveria ter sido bebido bem antes. Não por ter chegado a hora, mas porque havíamos combinado assim, mas os dias foram se atropelando e a data para desgustá-los acabou ficando bem para trás. Bom, o vinho é bom, mas a expectativa era bem alta e ele acabou sendo menos atraente do que eu havia imaginado. De início, ele tem um amarguinho que incomoda. Esperava um vinho redondo por ser resultado da mistura de duas Malbecs.
Nota: 87.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Um rótulo clássico e elegante. Feito em um papel especial com uma ilustração da imagem de Domingo Vicente Catena, que poderia ser mais trabalhada. Um rótulo com estilo.
Exame visual: Tom bordô/violeta escuro.
Exame olfativo: Toques de madeira, ameixa, café tostado.
Exame gustativo: Catena Zapata é um grande produtor de vinhos na Argentina, sinônimo de vinhos de qualidade e que sempre gera uma expectativa de se beber um grande vinho. é um corte de duas uva malbec vindas de duas regiões diferentes. A primeira impressão que tivemos não foi boa. Um amargo no início mostrou um certo desequilíbrio o que foi um pouco decepcionante. Depois o vinho se abriu e se mostrou com uma boa estrutura, moderno e muito bem feito. Vinho que preenche um pouco a boca e com um final longo e macio. Taninos firmes. Um belo malbec que só não recebe uma pontuação melhor pois em todas as taças o primeiro contato com a boca o desequilíbrio apareceu. Servido à 18º.
Nota: 88.0

Um comentário:

Anônimo disse...

brasillllllllllllll