14 de maio de 2007

Uxmal Cabernet Sauvignon 2006




















Nome:
Uxmal
Safra: 2006
País: Argentina
Região: Junin, Mendoza
Produtor: Bodegas Esmeralda
Site:

Uvas/Corte: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 28,00
Onde foi comprado: La Botella
Quando foi comprado: 11 de maio de 2007
Degustado em: 11 de maio de 2007
Onde bebeu: La Botella
Harmonizado com: Tábua de queijos e frios
Com quem: Claudio, Rafaela, Marcela, Mauro

Comentário da Rafaela
Exame visual: -
Exame olfativo: Cheiro adocicado.

Exame gustativo: Quem me conhece há mais tempo, sabe que não sou, ou não era, muito ligada a futebol. Tampouco tinha muito interesse por bebidas alcoólicas. Não sei se tem a ver com a idade, a vinda ao Rio, sei lá, mas nos últimos tempos tenho me interessado mais por essas duas coisas. E o envolvimento foi tamanho nos últimos tempos que me vi apostando final de campeonato e o prêmio para quem ganhasse seriam garrafas de vinho... o mundo realmente passa por mudanças... A aposta em questão foi feita com o flamenguista Mauro, meu cunhado. Não satisfeita em apostar apenas uma garrafa, apostei logo três, duas a serem pagas por Claudio e Marcela, caso o Botafogo perdesse o campeonato carioca. Pois bem, juiz ladrão, nosso craque expulso, pênaltis mal batidos e lá estávamos nós no La Botella para pagar a aposta. Mauro recebeu 2/3 do prêmio. No primeiro vinho, o Uxmal, senti uma leve adstringência na primeira taça. Estava meio esquisito até chegar a comida, no caso, uma tábua de queijos e frio. O sabor mudou completamente, parecia outro vinho - e bem melhor.
Nota: 88.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Mais um rótulo simples e clássico. Um grande diferencial é o material usado no rótulo: um papel espesso com textura lembrando couro. A escolha de um rótulo com estas características pode ter sido uma estratégia para fazer uma marca nova no mercado seja percebida como um vinho tradicional. Esta garrafa possui "ombros largos". É um conjunto bonito que impõe respeito.
Exame visual: Violeta puxando para o escuro
Exame olfativo: Não foi analisado corretamente. Precisaria ser decantado pois logo ao abrir um pouco de álcool foi sentido. Após cheiro frutado puxando para o doce.
Exame gustativo: Um nova marca argentina no mercado. Este é um vinho que foi desenvolvido para fazer sucesso. Em breve será muito falado como uma boa relação custo/benefício. Vinho ainda muito jovem, bem frutado e ainda muito vivo. Bem estruturado, um bom corpo, vinho que irá agradar, fácil de se beber. Gostaria de provar este mesmo vinho daqui a um ano ou dois. Acredito que ele vai evoluir. Cresce com a comida, vai acompanhar bem um prato de carne. Vinho de perfil moderno o que abafou um pouco as características da Cabernet Sauvignon. Foi o primeiro de três vinhos da noite. Não deixem de ler os próximos post.
Nota: 87.0

Nenhum comentário: