28 de abril de 2007

Pergunta da Semana - 10

Além de dividir nossas degustações, também queremos saber das suas experiências no mundo do vinho. Para estimular o bate-papo, toda semana colocaremos aqui uma pergunta. Participe! Le Vin au Blog agradece!

Nesta semana, Le Vin au Blog quer saber:

- Como passamos a analisar os rótulos dos vinhos - afinal, nossa equipe conta com um designer -, queremos saber se você é influenciado pelo rótulo na hora de escolher um vinho. Você já teve alguma surpresa, do tipo: rótulo muito feio e vinho maravilhoso... ou o contrário. Qual o rótulo mais bonito que você já viu? E o mais incomum? Já comprou algum vinho apenas pelo rótulo?

6 comentários:

Vinho para Todos disse...

Caríssimos, o rótulo não quer dizer muita coisa sobre o líquido, mas é gratificante um bom vinho com um bonito rótulo. O mesmo acontece com as rolhas. Rolha sintética é segura, torna o vinho mais barato, mas perde-se muito em charme.
O rótulo do Oveja Negra é bonito. Já comentei no meu blog outros vinhos com belos rótulos: Quinta da Aveleda Vinho Verde (que mudou o rótulo para pior, na minha opinião), os Reserva da Miolo também me parecem descentes e também os da linha Volpi, da Salton.
Outros são terríveis, como o Calastrasi Serina Rosso IGT ou o Espumante Valmarino Moscatel.

Abraço.

Vinho para Todos disse...

Caríssimos, o rótulo não quer dizer muita coisa sobre o líquido, mas é gratificante um bom vinho com um bonito rótulo. O mesmo acontece com as rolhas. Rolha sintética é segura, torna o vinho mais barato, mas perde-se muito em charme.
O rótulo do Oveja Negra é bonito. Já comentei no meu blog outros vinhos com belos rótulos: Quinta da Aveleda Vinho Verde (que mudou o rótulo para pior, na minha opinião), os Reserva da Miolo também me parecem descentes e também os da linha Volpi, da Salton.
Outros são terríveis, como o Calastrasi Serina Rosso IGT ou o Espumante Valmarino Moscatel.

Abraço.

eduardo lima disse...

Uma vez quase comprei o vinho chileno Sideral só por causa do nome e do rótulo. E porque o preço era bom. Não comprei. Pouco depois, li em algum lugar uma matéria sobre este vinho dizendo que ele custava três vezes mais. Corri para a loja, mas a etiqueta já tinha sido atualizada. O próximo rótulo que me chamar a atenção eu compro uma caixa.

Amigos, por falta de tempo, tenho sido um confrade relapso. Mas acompanho de perto esta confraria e tão logo dê um jeito de acalmar as coisas por aqui, participarei mais.


Abraço.

Mauro disse...

Acho que o rótulo e o nome podem influenciar, principalmente os que estão começando na arte e nos mistérios desta bebida fascinante.
Um dia um amigo me serviu um vinho Espanhol muito bom e com um nome perfeito para a qualidade do vinho... MAURO,vinho,nome e rótulo perfeitos.

Claudio disse...

O último vinho que comprei que o rótulo me influênciou foi o Masi- Passo doble 2005. Em breve os comentários aqui no blog.

Fred disse...

Já comprei garrafa de rótulo feio e vinho muito bom e garrafa de rótulo belíssimo e vinho deixando a desejar. O rótulo funciona como chamativo, e para dar as informações básicas necessárias. Mas um rótulo bonito, bem feito e com um conteúdo excelente agrada ainda mais.

Rótulos feios de bons vinhos/espumantes: Adolfo Lona Brut Rosé (Brasil), Chaminé (Portugal), Dogojolo (Toscana).

Rótulos bonitos de bons vinhos: Sassoalloro (Toscana), Los Vascos (Chile), Angelica Zapata (Argentina).

Abraços!