16 de maio de 2007

Crios Syrah-Bonarda 2005




















Nome:
Crios
Safra: 2005
País: Argentina
Região: Junin, Mendoza
Produtor: Susana Balbo - Domínio Del Plata
Site: www.dominiodelplata.com.ar

Uvas/Corte: Syrah 50%, Bonarda 50%
Teor alcoólico: 13,5%
Preço: R$ 42,00
Onde foi comprado: La Botella
Quando foi comprado: 11 de maio de 2007
Degustado em: 11 de maio de 2007
Onde bebeu: La Botella
Harmonizado com: Tábua de queijos e frios
Com quem: Claudio, Rafaela, Marcela, Mauro

Comentário Produtor
Crios means “offspring” (as in children). Susana selected a word to express the notion that these are wines that haven’t quite “grown up” to the same level of quality and maturity as her more expensive Susana Balbo signature label wines, but they receive the same loving care and attention throughout the winemaking process. The label features a series of three connected and overlapping hands, an image inspired by a Mayan artifact. The three hands represent Susana and her two children. By definition, Crios wines are meant to be consumed while still young and vibrant and have great fruit expression.

Comentário da Rafaela
Exame visual: Eu não me dediquei a olhar a cor desta vez, mesmo porque essa não é tarefa das mais fáceis na penumbra (gostosa) do La Botella.
Exame olfativo: -
Exame gustativo: Eu sempre quis beber um Crios, nem foi por ser da Susana Balbo, mas pelo rótulo bonito. Sim, sim, já aprendi que não se escolhe o vinho pelo rótulo, mas esse é realmente bonito. Quanto ao vinho, foi o preferido da Marcela. Diferente de outras vezes, quando bebemos um vinho e depois o outro, desta vez, a mesa ficou repleta de copos, três para cada um, imagina só a confusão. No final, deu tudo certo, ninguém se enganou, nem nada. Cada um pôde escolher qual gostava mais e beber mais dele. Eu achei o Crios bem agradável, não tinha nada de mais, mas não desagradava, foi bom para acompanhar a conversa e os queijinhos e frios.
Nota: 87.0

Comentário do Claudio
Rótulo:
Gosto deste rótulo que é usado para toda a linha Crios. Moderno e original. Segundo Susana Balbo a mão maior seria a dela e as menores de seus filhos (suas crias). Como falou Gary, parece que a mão está ali esperando para se cumprimentada, uma interação da garrafa com quem vai beber o vinho. Garrafa com ombros largos. Estilo marcante e fácil de se lembrar.
Exame visual: Violeta
Exame olfativo: Cheiro mais adocicado, algo de baunilha.
Exame gustativo: Susana Balbo é uma importante produtora de vinhos na Argentina. Da linha Crios acredito que este é um dos melhores. Gosto bastante deste corte com Syrah e Bonarda. Já havia bebido este mesmo vinho antes e nesta garrafa suas boas características permaneceram. Vinho muito bem feito, bom corpo que enche a boca. Paladar definido, frutado e com madeira aparecendo ao fundo, acidez agradável, estilo de vinho moderno. Vale provar. Foi o segundo vinho da noite.
Nota: 88.0

Um comentário:

Vinho para Todos disse...

Cláudio e Rafaela,

pedi ao Eduardo Lima (Pisando em Uvas) que sugerisse o vinho do mês, mas ele ainda não fez a indicação. Como já estamos no dia 17 de maio, acredito que ele não se importará se escolhermos o vinho, até porque outras oportunidades virão.
Minha sugestão: CASA VALDUGA DUETTO Cabernet Sauvignon & Merlot 2004.
É um vinho na casa dos 23-25 reais e que tenho curiosidade em degustar.
Pode ser?
Abraço.