14 de abril de 2007

Cono Sur Pinot Noir 2006




















Nome:
Cono Sur
Safra: 2006
País: Chile
Região: Rapel Valey
Produtor: Viña Cono Sur
Site: www.conosur.com

Uvas/Corte:
Pinot Noir 100%
Teor alcoólico: 14%
Preço: R$ 39,00
Onde foi comprado: La Botella
Quando foi comprado: 13 de abril de 2007
Degustado em: 13 de abril de 2007
Onde bebeu: La Botella
Harmonizado com: Sanduíches e massa
Com quem: Claudio, Rafaela, Miguel e Paula

Comentário do Produtor

De un vivaz y fresco color rojo-morado, este es un pinot noir voluptuoso lleno de ricas notas frutales a guinda, frambuesa, ciruela y frutilla -¡una fiesta de frutos rojos!- subrayadas por la sutil presencia del ahumado. Otras notas añaden flores -violetas- y una recatada cualidad terrosa. Equilibrado y de un estilo propio del nuevo mundo, se trata de un vino con personalidad y clase. Sexy, puro y simple, muestra un marcado perfil varietal, que se manifiesta en una aproximación joven y refrescante.

Comentário da Rafaela

Exame visual: -
Exame olfativo: Pimenta
Exame gustativo: Vinho leve, agradável, nada complexo, sem presença de taninos fortes. Estava um pouco quente no início, mas depois nos acostumamos com isso. Achei que harmonizou bem com a massa que escolhi. Falando nisso. Recomendo aquela massinha para quem for beber um vinho no La Botella. Ela é bastante simples, mas parece superfresca e é supergostosa. O molho de tomate é delicioso.
Nota: 86.0

Comentário do Claudio
Exame visual:
Típica cor de Pinot Noir - cereja claro puxando para o amarelo.
Exame olfativo: Abrimos a garrafa e iniciamos a degustação. Por isso, de início, não sentimos praticamente cheiro algum. O vinho só foi se abrir quando já estávamos no final da garrafa. Alguma fruta apareceu mas não tinha o perfume e o floral típicos de um Pinot Noir. Não foi possível analisar corretamente.
Exame gustativo: Este vinho deveria ter sido aberto com pelo menos uma hora antes de degustar. Como não fizemos isso, o vinho "queimou " a boca de início. A temperatura deveria estar um pouco mais baixa como lembrou a Paula. De qualquer forma é um Pinot agradável, bem estruturado, elegante, sem grande complexidade e que com o passar do tempo mostrou ser fácil de beber. Este Pinot era da safra 2006. Acho que seria interessante ver o resultado deste vinho daqui a um ano, acredito que tende a evoluir mesmo não sendo um vinho de guarda. Combinou bem com a noite e a conversa agradável com o Miguel e a Paula. Cumpriu bem o papel de ser o primeiro vinho da noite. Seria mais atraente se o preço fosse um pouco menor, mas mesmo assim vale provar.
Nota: 87.0

Nenhum comentário: