29 de dezembro de 2006

Norton Reserva - Malbec 2003




















Nome: Norton Reserva Malbec
Safra: 2003
País: Argentina
Região: Lujan de Cuyo - Mendoza
Produtor: Bodega Norton
Site: www.norton.com.ar

Uvas/Corte: Malbec 100%
Teor alcoólico: 14%
Preço: R$ 60,00
Onde foi comprado: Na Argentina, presente do Joffre Aschar
Quando foi comprado: Abril de 2006
Degustado em: 28 de dezembro de 2006
Onde bebeu: Em casa, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Quiche de cebola e queijo, queijo Gran Formaggio RAR e amendoins. O queijo Gran Formaggio mostrou-se a melhor harmonização para este vinho. Com o quiche, não deixou a desejar, mas definitavamente não combina com amendoins.
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do produtor: Desde 1895 Bodega Norton se ubica en la zona alta del Rio Mendoza, a los pies de la Cordillera de los Andes a una altura de entre 850 y 1100mts. sobre el nivel del mar.
Este vino proviene de racismos de uva cuidadosamente seleccionados de vinedos de más de 30 anos. Es anejado em barrica de roble frances duante 12 meses, para finalmente ser estacionado em botella antes de que llegue a sus manos.
La pasión de nuestra gente y la convivencia en armonia del fruto con la madera a través del tiempo, han logrado este gran vino caracterizado por su elegancia y complejidad.

Comentário Rafaela
Exame visual: Roxo intenso, talvez o mais intenso dos malbecs que já bebi.
Exame olfativo: Os aromas são doces, apesar de meu olfato ainda não fazer conexão com uma parte mais inteligente do meu cérebro.
Exame gustativo: Gosto frutado, lembra-me outros Malbecs já bebidos, mas parece ser o mais intenso e complexo dos que conheço. A permanência é boa e os taninos são suaves. Ótima opção.
Nota: 92.0

Comentário Claudio
Exame visual: Violeta escuro e encorpado.
Exame olfativo: Baunilha e um pouco de torrefação, passando para frutas vermelhas e madeira úmida (aroma amargo).
Exame gustativo: Vinho com leve complexidade de médio para encorpado, taninos macios, boa permanência e agradável acidez. Um bom exemplar de Malbec, porém inferior à safra 2002. Nota: 88.0

Valpolicella Bolla Doc Classico 2004




















Nome:
Valpolicella Bolla Doc Classico
Safra: 2004
País: Itália
Região: Vêneto
Produtor: Bolla
Site: http://www.bolla.it/

Uvas/Corte: Maior parte de Corvina, além de Rondinella e Molinara
Teor alcoólico: 12,5%
Preço: R$ 32,00
Onde foi comprado: Presente de Claudine e Marcus
Quando foi comprado: Dezembro de 2006
Degustado em: 26 de dezembro de 2006
Onde bebeu: Em casa, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Massa com legumes
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do produtor: La macerazione e fermentazione avvengono a temperatura controllata. Rosso rubino, con profumo liquirizia, violetta e prugna. Sapore ben strutturato, di lunga persistenza con carattere fumè e cremoso. Se conservato correttamente, dà il meglio entro 2/3 anni dalla data di produzione. Vino da tutto pasto, si adatta soprattutto ai bolliti e alle carni rosse. Temperatura di servizio: 18°C.

Comentário Rafaela
Exame Visual: Vermelho mais claro.
Exame Olfativo: -
Exame Gustativo: Sem a presença de taninos, vinho simples, fácil de beber, sem grande complexidade. Harmonizou bem com a massa, mas acredito que, por seu perfil, poderia ser harmonizado com uma grande variedades de pratos.

Comentário Claudio
Exame Visual:
Vermelho rubi límpido.
Exame Olfativo: Poucos aromas. Leve toque de frutas, como maçã.
Exame Gustativo: Vinho jovem e sem complexidade.

26 de dezembro de 2006

Nuviana - Tempranillo/Cabernet Sauvignon 2003

















Nome: Nuviana
Safra: 2003
País: Espanha
Região: Huesca
Produtor: Bodegas Nuviana
Site: www.nuviana.com

Uvas/Corte: Tempranillo 65% e Cabernet Sauvignon 35%
Teor alcoólico: 12,5%
Preço: R$ 28,00
Onde foi comprado: La Botella, em Ipanema, no Rio de Janeiro
Quando foi comprado: 23 de dezembro de 2006
Degustado em: 25 de dezembro de 2006
Onde bebeu: Casa de Regina Helena, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Quiche de cebola e queijo, arroz de vinho, pudim de bacalhau, farofa.
Com quem: Claudio, Rafaela, Marcela, Mauro, Regina, Lurdinha e Carminha

Comentário do produtor: A cor e o sabor da variedade Cabernet e o corpo da Tempranillo dão expressão a este vinho intenso e original. Elaborado com vinhas procedentes de "los pagos" de Nuviana, vinificado por "separado" e com crianza média em barrica nova de carvalho americano.

Comentário Rafaela
Exame Visual: Vermelho escuro com bordas alaranjadas.
Exame Olfativo: -
Exame Gustativo: Taninos suaves, não muito ácido, a permanência não é longa, mas não deixa a desejar.
Nota: 83.0

Comentário Claudio
Exame Visual: Vermelho telha, levemente alaranjado.
Exame Olfativo: Torrefação, um pouco de madeira.
Exame Gustativo: Vinho de ótimo custo/benefício, taninos suaves, mas presente. Pouca acidez. Um vinho equilibrado com leve permanência.
Nota: 84.0

15 de dezembro de 2006

Chianti Classico Podere la Cappella 2002



Nome: Chianti Classico Podere la Cappella
Safra: 2002
País: Itália
Região: Toscana
Produtor: Podere La Cappella
Site: www.poderelacappella.it

Uvas/Corte: Sangiovese 90% e Merlot 10% - Produção orgânica.
Teor alcoólico: 14%
Preço: R$ 30 (preço na Itália)
Onde foi comprado: Em Florença, na Itália, presente do Joffre Aschar
Quando foi comprado: Junho de 2006
Degustado em: 13 de dezembro de 2006
Onde bebeu: Em casa, no Rio de Janeiro
Harmonizado com: Bruschettas caprese
Com quem: Claudio e Rafaela

Comentário do produtor: Colore acceso e sentori fruttati di stile classico, con ciliegia e prugna dapprima manifeste, collegati a lievi sentori minerali e a una componente speziata molto delicata. All'esame gustativo si presenta succoso, ben equilibrato, dalla consistenza regolare, con un tannino fitto ma ben distribuito. Ascoltiamoci insieme qualcosa di Monk.

Comentário Rafaela
Exame Visual: Rubi, mas com toques de laranja.
Exame Olfativo: -
Exame Gustativo: Levemente ácido quando toca as laterais da língua.
Nota: 89.0

Comentário Claudio
Exame Visual: Vermelho rubi com toques de yellow.
Exame Olfativo: Frutado, leve toque de madeira.
Exame Gustativo: Um Chianti agradável e leve, pouca acidez, taninos presentes. Permanência leve, mas presente. Fácil de se beber.
Nota: 86.0